79515052810
Blog AVG Signal Segurança Malware Diferenças entre malware e vírus
Signal-Whats-the-Difference-Between-Malware-and-Viruses-Hero

Malwares X Vírus: diferenças

Malware, terminologia formada pelas palavras malicious software (software maliciosos), refere-se a qualquer tipo de programa perigoso que ataca computadores e redes. Já vírus é um tipo malware que pode se replicar e se espalhar automaticamente. A principal diferença entre malware e vírus é que todo vírus é um malware, mas malware é uma categoria que engloba outras ameaças além dos vírus.

Este artigo contém:

    Resumindo, enquanto malware é uma categoria de ameaça, vírus é um tipo específico de malware. Então malware é um vírus? Se ele exibir as características comuns aos vírus, como capacidade de se replicar e espalhar automaticamente, ele pode ser um sim.

    Nem todo malware é um vírus. Outras formas de malwares incluem ransomware, adware, spyware, worms e cavalo de Troia. Cada tipo de malware é desenvolvido para agir no dispositivo infectado de uma forma diferente, mas os melhores antivírus podem proteger o seu sistema automaticamente contra uma ampla variedade de malwares. E sabendo como os diferentes tipos de softwares maliciosos funcionam - e as vulnerabilidades que eles exploram -, você tem uma vantagem na prevenção e remoção dessas ameaças.

    Vírus é apenas um tipo de malware.Malware é uma categoria de ameaça, enquanto vírus é um tipo de malware.

    O que é um vírus?

    Vírus de computador é um tipo de malware que funciona com a sua anexação a arquivos ou programas legítimos. Depois que o arquivo infectado é aberto, o vírus é ativado. Um diferença importante entre vírus e malware é que o primeiro se replica automaticamente espalhando seu código a outros programas.

    Um vírus pode infectar um computador ou sistema de diferentes formas, incluindo ataques phishing, comprometimento de webpage ou através de um link infectado. Esses softwares maliciosos podem se espalhar rapidamente e de forma ampla, corrompendo arquivos, desperdiçando recursos, destruindo dados, espalhando spam e causando estragos gerais em dispositivos e sistemas. Avançado, o vírus polimórfico pode até mesmo alterar o seu código para não ser detectado.

    Outros tipos de malwares

    Vamos examinar outros tipos de malwares. É importante entender como eles funcionam para que você possa se prevenir contra um ataque ou remover uma ameaça do seu dispositivo.

    Ransomware

    Como o nome sugere, ransomwares sequestram dispositivos, arquivos e pastas, impedindo o acesso a eles e, assim, exigir o pagamento de um resgate (da palavra inglesa ransom) para liberá-los. Geralmente, ataques de ransomwares solicitam o pagamento em bitcoin ou um tipo diferente de criptomoeda que, por sinal, nunca deve ser feito. Primeiramente, utilize uma ferramenta de descriptografia gratuita para recuperar seus arquivos e instale uma proteção contra ransomwares para não ser vítima de um novo ataque.

    Ransomwares são ameaças em constante evolução. Há muitos casos famosos que já tomaram as manchetes do noticiário. Em 2017, o infame ataque do ransomware WannaCry infectou centenas de milhares de computadores em poucas horas, incluindo sistemas de hospitais e outras instituições públicas.

    Adware

    Adwares funcionam com o envio massivo de anúncios, geralmente prometendo aumento nos ganhos financeiros da vítima. Esse tipo de malware costuma ser apenas irritantes, mas sua variante chamada malvertising pode causar uma infecção que altera os anúncios exibidos em um site, violando a configurações de segurança da página e inserindo tipos mais perigosos de malwares nas máquinas dos internautas.

    Adwares representam um risco à sua privacidade e podem comprometer o desempenho do seu dispositivo. Se o seu navegador estiver cheio de anúncios, utilize uma ferramenta de remoção de adwares para encontrar e remover essas ameaças.

    Spyware

    Malwares desenvolvidos para rastrear as atividades e registrar o comportamento de outras pessoas são conhecidos como spywares. Eles são utilizados para espionar o sistema da vítima, gravar suas conversas, registrar seus hábitos de navegação e até mesmo roubar informações do cartão de crédito, senhas e outros dados privados com o uso de keyloggers.

    Ao comparar spywares a vírus, sabe-se que ambos exploram o sistema de formas potencialmente devastadoras, mas spywares não podem se replicar e, geralmente, necessitam de uma ação do usuário, como o clique em um link, para causar a infecção. Utilize uma ferramenta antimalware dedicada para identificar e remover spywares.

    Worms

    Assim como os vírus, worms (verme de computador) podem se replicar e se espalhar por uma rede automaticamente. Mas ao comparar worms e vírus, o segundo precisa se vincular a um arquivo legítimo, enquanto o primeiro não precisa de um hospedeiro.

    Um worm pode se espalhar sem essa vinculação, o que significa que, ao invés de se conectar a arquivos infectados, os cibercriminosos podem criar worms para explorar vulnerabilidades de programa. Worms não precisam nem mesmo de interação humana para iniciar um ataque.

    Rootkit

    O rootkit é um aplicativo que se esconde (ou outras formas de malware) profundamente no sistema infectado. Além disso, dificilmente um antimalware comum pode identifica-lo. Trabalhando furtivamente em segundo plano, os rootkits vão causando danos de forma gradual.

    Cibercriminosos podem empreender ataques de rootkit para roubar dados pessoais, instalar malwares e spam, lançar ataques DDoS ou ganhar acesso remoto a um sistema. Deviso ao seu alto potencial de causar danos e à dificuldade de detecção dessa ameaça, uma ferramenta de verificação de rootkit é um componente essencial nas medidas de cibersegurança.

    Cavalo de Troia

    Ataques sorrateiros de cavalos de Troia invadem os dispositivos na forma de programas inofensivos. Uma vez dentro do sistema, eles exploram vulnerabilidades de segurança e abrem as portas para outros malwares.

    Diferentemente de vírus, os cavalos de Troia não se replicam automaticamente com a infecção de outros computadores ou redes. Mas comparando cavalos de Troia com outros malwares, aqueles são geralmente usados por cibercriminosos talentosos como um vetor pelo qual podem inserir outros tipos mais perigosos de malware. Ataques de cavalos de Troia podem causar sérios problemas, então certifique-se de ter um verificador de cavalos de Troia para não ser vítima desse malware.

    Diferentemente de vírus, os cavalos de Troia não se replicam automaticamente com a infecção de outros computadores ou redes. E geralmente não faz sentido compará-los aos malwares, porque cavalos de Troia agem como um vetor de ataque para todos os tipos de ameaças cibernéticas, inclusive vírus.

    Antimalwares X antivírus: do que eu preciso?

    Diferentemente de malwares e vírus, o termo “antimalware” e “antivírus” podem ser utilizados com o mesmo sentido. Softwares de cibersegurança modernos são desenvolvidos para proteger os usuários contra todas as formas de malwares, inclusive vírus.

    Quando um software de cibersegurança foi desenvolvido pela primeira vez, ele foi chamado de antivírus simplesmente porque essas eram a ameaça mais comuns da época. Com o surgimento de outros tipos de malwares, o mercado viu o surgimento de softwares antimalwares mais abrangentes. Mesmo assim, o termo “antivírus” continuou forte. Diante do horizonte de ameaças atual, todo antivírus eficaz é, na verdade, uma ferramenta antimalware.

    Independentemente do nome, um software de cibersegurança robusto oferece as seguintes funcionalidades:

    • Recursos abrangentes para a identificação e remoção rápida de malwares

    • Um banco de dados extensivo com tipos de ameaças, assinaturas de malwares e sites perigosos

    • Detecção de ameaças em tempo real 24 horas por dia

    • Capacidade de detectar e isolar anexos de e-mail, links e outros elementos suspeitos.

    Se a sua ferramenta de remoção de malwares não tiver uma dessas funcionalidades, você pode estar vulnerável a ameaças, o que exige a atualização do seu programa.

    O AVG AntiVirus FREE oferece detecção de ameaças em tempo real contra vírus e todas as outras formas de malwares.Utilize um software de cibersegurança como o antivírus da AVG. Ele identifica e combate todos os tipos de malwares.

    Use o AVG AntiVirus FREE para proteger a sua rede

    No cenário digital de hoje, encontramos diversas formas de malwares à solta. Ainda bem que também temos ferramentas que fazem frente ao perigo e à complexidade dessas ameaças.

    Com um sistema de detecção de ameaças 24 horas e atualização de assinaturas de malwares em tempo real, o AVG AntiVirus FREE ajuda no combate a todos os tipos de malwares, incluindo vírus. Com um módulo potente de proteção de e-mails para bloquear o roubo de dados e um modulo internet para enviar alertas sobre sites suspeitos, o AVG oferece um sistema de cibersegurança completo. Proteja-se gratuitamente hoje mesmo.

    Tenha proteção contra malwares em tempo real com o AVG AntiVirus

    Instalação grátis

    Tenha uma segurança potente no seu iPhone ou iPad com o AVG Mobile Security

    Instalação grátis
    Malware
    Segurança
    Deepan Ghimiray
    8-06-2022