82430733196
Blog AVG Signal Segurança Internet O que é um agente de segurança de acesso à nuvem (CASB)?
Signal-What-is-a-Cloud-Access-Security-Broker-Hero

Escrito por Deepan Ghimiray
Publicado em July 14, 2022

O que é um agente de segurança de acesso à nuvem (CASB)?

Um corretor de segurança de acesso à nuvem (CASB) funciona como intermediário entre o hardware ou a infraestrutura de computação de uma empresa e os provedores de serviços de nuvem. Ele estabelece e aplica protocolos de segurança entre redes, provedores de serviços em nuvem e usuários finais para garantir padrões de segurança quando os funcionários acessam remotamente recursos pela internet.

Este artigo contém :

    O roubo de dados e outros crimes cibernéticos podem ser devastadores para uma empresa. Como as organizações dependem cada vez mais dos serviços em nuvem, os CASBs se tornaram um componente essencial da segurança corporativa. Embora os provedores de serviços em nuvem também tenham a própria infraestrutura de segurança, um CASB preenche as lacunas e adiciona camadas extras de proteção contra vulnerabilidades.

    Como acontece com muitos termos de segurança cibernética, é fácil se enrolar em jargões técnicos complexos, mas a definição de CASB é bastante simples. Um agente de segurança de acesso à nuvem atua como uma torre de vigia para supervisionar trocas de dados e aplicar as políticas de dados da empresa. Além de ficar atentas às tentativas externas de hacking, as organizações precisam monitorar uso interno não autorizado da nuvem e usam CASBs para ajudar a proteger as redes.

    Um agente de segurança de acesso à nuvem fica entre os usuários finais e a nuvem.Um CASB fica entre os usuários finais e os serviços que eles acessam na nuvem.

    A história por trás dos CASBs

    Antes da computação em nuvem, as empresas podiam se concentrar em gerenciar os dados em um só lugar. Esse ambiente de segurança “entre muros” facilitou o controle do acesso a dados baseados em rede. Mas o aparecimento dos serviços em nuvem mudou essa dinâmica de segurança.

    A ascensão das políticas de BYOD nos escritórios dificultou o rastreamento do uso de dispositivos e dos dados da empresa. O acesso à nuvem também permitiu que os funcionários usassem os serviços sem o conhecimento ou a aprovação do departamento de TI, o que colocava dados confidenciais em risco.

    Os agentes de segurança de acesso à nuvem surgiram para resolver essa vulnerabilidade, e assim nasceu a sigla CASB. Usar um CASB ajudou os profissionais de TI a monitorar o uso de dispositivos, dados e serviços, além de restringir o uso não autorizado da nuvem por funcionários.

    À medida que cada vez mais organizações procuram soluções em nuvem para armazenar volumes cada vez maiores de dados confidenciais, os CASBs se tornam ainda mais importantes.

    Do roubo de identidade ao sequestro de webcams, os hackers estão sempre tentando explorar vulnerabilidades de segurança, e a computação em nuvem apresenta novas oportunidades e backdoors para espalhar malware ou roubar dados. Por isso, navegadores para segurança e privacidade especializados, VPNs e CASBs são considerados soluções essenciais de segurança corporativa.

    A evolução dos CASBs

    Desde que surgiram, os agentes de segurança de acesso à nuvem evoluíram para se adaptar às mudanças nos ambientes de segurança. Em especial, o crescimento das empresas de Software como Serviço (SaaS) criou novas vulnerabilidades de segurança.

    Ferramentas SaaS como o Slack (uma ferramenta de mensagens no local de trabalho) agora fazem parte das operações comerciais diárias. Embora sejam incrivelmente úteis, eles também aumentam o risco de uso não autorizado de serviços baseados em nuvem e de exposição de dados corporativos confidenciais. Ver informações privadas aparecerem em uma varredura na dark web é o pior pesadelo das empresas. Por isso, os agentes de segurança de acesso à nuvem evoluíram para lidar com as preocupações de roubo de dados no armazenamento e uso da nuvem.

    Os CASBs já foram usados como uma solução geral de segurança, mas hoje estão integrados a outros pontos de controle de segurança de rede. Essa abordagem mais colaborativa à segurança na nuvem resulta em implantação simplificada, consistência no gerenciamento e eficácia de segurança aprimorada.

    Os quatro pilares do CASB

    Os agentes de segurança de acesso à nuvem eficazes se baseiam em quatro componentes essenciais. Essas partes trabalham em harmonia para apoiar uma solução de segurança em nuvem poderosa.

    Vamos dar uma olhada mais detalhada nos quatro pilares dos CASBs:

    Proteção contra ameaças

    Malware e outras ameaças online podem ser facilmente introduzidos e espalhados por uma empresa que usa serviços em nuvem. Soluções de CASB eficazes oferecem proteção contra ameaças em tempo real, além de ferramentas de remoção e malware e vírus. Eles podem verificar e identificar ameaças em redes internas e externas, bem como bloquear acesso não autorizado a serviços e dados em nuvem de uma empresa.

    Conformidade

    Sejam regulamentações voluntárias ou legais, os padrões de conformidade são vitais para manter a integridade e a reputação de uma organização. O uso não autorizado de ferramentas de nuvem torna muito fácil o manuseio incorreto dos dados. As ferramentas de CASB ajudam a aplicar padrões de conformidade em serviços de nuvem ao aplicar políticas de dados.

    Segurança de dados

    Os agentes de segurança de acesso à nuvem oferecem proteção de dados mais abrangente do que a segurança de e-mail e outras ferramentas mais específicas. Os CASBs detectam tráfego de dados sensíveis que chegam e saem da nuvem, alertando a TI automaticamente se houver suspeita de violação. Um CASB também oferece pesquisa de observação de ameaças, ajudando a identificar e prevenir atividades maliciosas antes que elas aumentem.

    Visibilidade

    As empresas podem achar difícil acompanhar dados confidenciais na nuvem, aumentando o risco de vazamento de dados, especialmente porque a maioria dos serviços em nuvem não possui funções de auditoria e registro. Os CASBs melhoram a visibilidade e o gerenciamento de dados rastreando e destacando pontos de dados e transferências.

    Os quatro pilares dos agentes de segurança de acesso à nuvem.Os CASBs dependem de quatro pilares de segurança: proteção contra ameaças, conformidade, segurança de dados e visibilidade.

    Como os CASBs funcionam

    As principais funções de um CASB são controlar o uso da nuvem, proteger dados e prevenir ameaças de malware. Para isso, os CASBs seguem um processo específico que envolve inventário e categorização do uso da nuvem, além de proteção proativa de dados.

    Veja como o software do CASB funciona na prática:

    1. Descoberta: Os CASBs usam ferramentas de descoberta automática para criar um inventário de todo o uso do serviço de nuvem da empresa, inclusive o uso permitido e não permitido.

    2. Classificação: O CASB então avalia o nível de risco de cada serviço de nuvem em uso. Ele determinará a função da ferramenta, analisará os dados trocados e avaliará como e onde os dados são compartilhados.

    3. Remediação: Os agentes de segurança de acesso à nuvem usam as informações coletadas durante a descoberta e classificação para criar políticas para os dados da empresa, definir regras de acesso de usuários e responder a violações.

    Os benefícios dos CASBs.

    Para grandes empresas que lidam com muitos dados de clientes e informações financeiras confidenciais, contar com ferramentas básicas de segurança cibernética para eliminar vírus ou malware e usar uma VPN não é suficiente se proteger dos hackers mais perigosos atuais. Os CASBs oferecem soluções específicas para as vulnerabilidades de segurança de empresas que usam serviços baseados em nuvem.

    Estes são os principais benefícios de usar CASBs:

    • Governança e gerenciamento de risco da nuvem

    • Prevenção da perda de dados corporativos

    • Colaboração e controle de compartilhamento

    • Prevenção de ameaças e detecção de malware

    • Criptografia de dados e gerenciamento de chaves

    • Controle de acesso

    Como escolher o CASB certo

    O CASB certo depende da sua empresa e do seu ambiente de segurança. Primeiro, você precisa entender que tipo de serviços de nuvem você usa e como eles são usados. Depois, você poderá encontrar um CASB confiável que trate das suas necessidades empresariais específicas e dos requisitos essenciais de segurança.

    Categorias de serviços de computação em nuvem:

    Há três categorias principais de serviços de computação em nuvem:

    • Infraestrutura como serviço (IaaS):

      O IaaS oferece recursos de computação virtual pela internet. Esses serviços oferecem recursos fundamentais de computador, rede e armazenamento sob demanda.

      Exemplos: Microsoft Azure, Amazon Web Services, Google Cloud Infrastructure.

    • Software como serviço (SaaS):

      O SaaS oferece aplicativos online com serviço. Em vez de instalar e manter softwares, esses serviços são acessados pela internet, o que elimina a necessidade de gerenciamento complexo de software e hardware.

      Exemplos: Microsoft Office 365, Slack, Dropbox.

    • Plataforma como serviço (PaaS):

      PaaS é um ambiente completo de desenvolvimento e implantação na nuvem. Eles incluem recursos que permitem fornecer desde aplicativos simples baseados em nuvem até aplicativos corporativos sofisticados e habilitados para nuvem.

    Exemplos: SAP Cloud, mecanismo Google App Heroku.

    Como escolher seu CASB

    Depois de entender quais serviços de nuvem sua empresa usa, você pode começar a considerar qual CASB é adequado às suas operações empresariais e outras necessidades específicas.

    Pense em 3 aspectos ao escolher um CASB:

    Do que eu preciso em um CASB?

    Considere os serviços de computação em nuvem que a sua empresa emprega e identifique o que você procura em um CASB. Consulte as partes interessadas internas e busque informações de analistas de segurança cibernética ou consultores de negócios para ajudar a resumir suas necessidades.

    O meu CASB se adaptará a mudanças?

    Os ambientes de segurança cibernética mudam constantemente com os avanços tecnológicos, especialmente com o uso da nuvem. CASBs conhecidos, como a Gartner e a Bitglass, atualizam as políticas de segurança e conformidade da nuvem para acompanhar as mudanças.

    Meu CASB protegerá IaaS?

    Embora a proteção de SaaS seja comum, uma segurança corporativa abrangente também protege os ambientes de IaaS. Considere um CASB que, além de proteger atividades e configurações na IaaS, defenda os clientes por meio de proteção contra ameaças e monitoramento de atividades.

    Proteja-se online com um bom software de segurança

    Embora a nuvem tenha muitos benefícios, arquivos críticos podem ser corrompidos e dados confidenciais serem expostos, mesmo com a proteção adicional de um CASB. Por isso, não há substituto para um software antivírus abrangente quando se trata de controlar a privacidade e a segurança.

    O AVG AntiVirus FREE está equipado com um mecanismo premiado de detecção de ameaças que oferece 6 camadas de segurança contra vírus, spyware e outras ameaças de malware. E com a tecnologia antiphishing, um firewall impenetrável e atualizações em tempo real para combater as mais recentes ferramentas dos hackers, você terá proteção até mesmo contra as ameaças cibernéticas mais recentes.

    Tenha segurança em tempo real no seu iPhone com o AVG Mobile Security

    Instalação grátis

    Tenha segurança em tempo real no seu smartphone com o AVG AntiVirus

    Instalação grátis
    Internet
    Segurança
    Deepan Ghimiray
    14-07-2022