É oficial: estamos vivendo no futuro. Você pode encontrar aparelhos que só existiam na ficção científica em sua sala de estar. Sua casa fala com você e tem a voz da inteligência artificial da Siri ou Alexa. Seus tênis inteligentes amarram os cadarços sozinhos, com o toque de um botão do seu telefone. Seu papel higiênico sabe quando está terminando e faz uma compra automaticamente. Ainda não temos carros voadores, mas a tecnologia está ficando impressionante. Mas isso significa que deveríamos mergulhar sem medo nos dispositivos inteligentes? Já parou para considerar os lados negativos (pois, infelizmente, existem muitos) dessas novas invenções atraentes?

Usar dispositivos inteligentes é uma decisão... inteligente?

Temos acesso agora a um mundo de aparelhos inteligentes que podem trabalhar perfeitamente em conjunto para automatizar muitos aspectos de nossas vidas. Os dispositivos da IoT (Internet das Coisas) foram anunciados como a tecnologia útil definitiva. Mas mais poder traz grandes responsabilidades. E seus dispositivos inteligentes? Eles têm sido responsáveis por sua segurança e dados pessoais?

Ao contrário de alguns filmes de ficção científica, seus dispositivos inteligentes não vão ganhar consciência e conspirar para traí-lo (espero), mas eles podem deixá-lo extremamente vulnerável a cibercriminosos e violações de segurança. Muitas empresas estão focadas em criar a próxima grande sensação e, nessa corrida para serem as primeiras do mercado, elas sacrificam a segurança.

Então, na próxima vez que estiver procurando um novo aparelho, pense duas vezes antes de comprar um desses cinco tipos de dispositivos de IoT. Além disso, leia as dicas sobre como proteger melhor os dispositivos inteligentes que você já possui.

Evite esses 5 tipos de dispositivos inteligentes

1. Aparelhos de IoT de marcas desconhecidas

Ao comprar um novo dispositivo de IoT, você pode encontrar uma opção de marca desconhecida que é muito mais barata que a de concorrentes famosos. O que parece ser uma excelente oferta à primeira vista, pode ser, na verdade, um risco à segurança. Dispositivos baratos de marcas desconhecidas têm menor probabilidade de terem atualizações de software e firmware, além de suporte técnico, o que significa que são muito mais vulneráveis a invasões a longo prazo. É melhor gastar um pouco mais e ter segurança.

2. Brinquedos inteligentes

Comprar um brinquedo inteligente para seu filho pode deixar todos vulneráveis a ataques cibernéticos. Muitos pais não pensam em configurar a autenticação ou outras medidas de segurança em ursinhos de pelúcia, mas, se ele ficar online, precisará de proteções de privacidade. Fabricantes de brinquedos, como a CloudPets e a Barbie, enfrentaram invasões que expuseram informações pessoais de pais e filhos. Houve violações de segurança similares por brinquedos infantis em todo o mundo.

Ainda mais alarmante, dispositivos de IoT com câmera ou recursos de gravação de voz podem ser usados indevidamente para espionagem. Se tiver qualquer brinquedo, monitor de bebê de áudio ou vídeo, proteja esses dispositivos antes de usar com seus filhos.

3. Dispositivos inteligentes usados

Não é uma boa ideia escolher aparelhos inteligentes usados no Craigslist ou Facebook Marketplace, pois eles podem estar contaminados com malware. Ou, talvez, não funcionam muito bem. Você não pode saber se o dono anterior quer se livrar dele por problemas de conectividade, funcionalidade, ou por outro motivo. Então, é melhor comprar um novo (e sempre ler as avaliações antes de escolher!).

4. Aerador de vinho inteligente (e outras novidades desnecessárias)

Aeradores de vinho inteligentes incluem um app que permitem selecionar o nível exato de oxigênio desejado sempre que for pegar um copo da bebida. Você realmente precisa disso? Pode parecer uma piada, mas os cibercriminosos podem obter acesso a dispositivos desprotegidos e recrutar milhões deles para efetuar ataques de DDoS (negação de serviço) de larga escala.

Por exemplo, o infame ataque do Mirai, em 2016, tirou do ar o Twitter, Netflix e muitos outros gigantes da internet com dispositivos de IoT desprotegidos, como câmeras digitais. Se você está pensando em comprar um aerador de vinho conectado, uma torradeira inteligente ou mesmo um dispensador inteligente de fio dental (sim, todos eles existem), pese com cuidado se a possível melhoria em sua vida diária vale o risco de segurança.

5. Dispositivos que podem ser inúteis em caso de defeito.

Lembra-se dos sapatos inteligentes mencionados no início do artigo? Bem, quando a Nike lançou sua versão dos tênis que se amarram sozinhos, ela não criou um bom app compatível com o Android. Quase imediatamente após recebê-los, clientes nervosos que usavam Android reclamavam que uma atualização forçada do software impossibilitava a sincronização dos sapatos com o app ou que eles se amarrassem corretamente. De fato, os sapatos não podiam ser ajustados manualmente, o que significa que as pessoas não podiam amarrar seus cadarços.

Portanto, é importante verificar se os dispositivos que você compra têm alguma utilidade se a função inteligente ficar com defeito ou a bateria acabar. Você não quer ter problemas para destrancar a porta durante uma queda de energia, por exemplo.

Como proteger seus dispositivos inteligentes

Nem tudo são más notícias. Dispositivos de IoT podem ser inovações maravilhosas que trazem simplicidade e organização para nossas vidas. Eles só precisam ser protegidos corretamente. Felizmente, há alguns procedimentos a realizar para aumentar a proteção da sua casa e seus aparelhos.

1. Proteja seu roteador

Primeiro, veja se o roteador está protegido. Se não estiver, ele poderá expor você a muitas ameaças de segurança (tanto em seus dispositivos de IoT quanto em seu computador). Por isso, verifique se você não está usando as configurações padrão. Você precisa de uma senha forte e exclusiva. Desative também a criptografia WPA2 e todos os serviços de acesso remoto para fechar algumas portas possíveis aos cibercriminosos.

2. Use senhas únicas em cada dispositivo

Cada dispositivo precisa também de um nome de usuário e senha únicos. Sim, todos. Se cibercriminosos conseguirem acessar algo que você acha insignificante (como uma cafeteira conectada, por exemplo), eles podem obter acesso fácil a toda a sua rede e tudo que está nela.

3. Mantenha-se atualizado

Manter os dispositivos atualizados é a melhor maneira de garantir que seu software e firmware não fiquem vulneráveis. Quando as empresas emitem atualizações, elas servem para corrigir problemas ou tapar brechas de segurança. Então, mesmo que seja irritante receber a notificação, você não deve ignorar novas atualizações quando estiverem disponíveis. Instale a atualização imediatamente (ou veja se seus dispositivos estão configurados para atualizar automaticamente). 

4. Desconecte dispositivos se não estiverem em uso

Se perceber que não está usando o garfo inteligente tanto quanto pensava, vá em frente e desconecte-o. Você pode reduzir sua superfície de exposição se deixar os itens offline quando não estiverem em uso.

5. Não jogue seus aparelhos antigos no lixo

Se decidir que não vai mais usar um dispositivo e quiser descartá-lo, não jogue na lixeira. Primeiro, não devemos jogar laptops, desktops ou celulares no lixo e os dispositivos de IoT não são diferentes. Os cibercriminosos podem encontrar aparelhos inteligentes em lixeiras e descobrir uma grande quantidade de informações pessoais sobre você. Mesmo lâmpadas inteligentes antigas podem ser muito reveladoras, se forem infiltradas.

Então, você deve primeiro verificar o site do dispositivo e ver se há alguma maneira de apagar completamente seus dados. Siga o procedimento sugerido. Se isso falhar, use um martelo para garantir que todas as informações foram inutilizadas.

Há agora 7 bilhões de dispositivos de IoT em uso em todo o mundo e estima-se que serão 50 bilhões em 2022. Nesse mesmo ano, projeta-se que casas norte-americanas, em média, terão 500 aparelhos conectados. São muitas oportunidades para os cibercriminosos explorarem. Seja inteligente sobre o seu uso da IoT e tome medidas de segurança apropriadas. Depois, você pode voltar a curtir sua casa interconectada e seu copo de vinho perfeitamente aerado.

AVG AntiVirus FREE Baixar GRÁTIS