O que é um endereço IP?

Um endereço IP (Internet Protocol) é uma sequência de caracteres que identifica exclusivamente seu dispositivo na Web. Sem esse identificador, os servidores do site não saberiam para onde enviar os dados renderizados como um site no navegador da internet.

Assim como o CEP, seu endereço IP foi criado por uma autoridade central, a IANA (Internet Assigned Numbers Authority, Autoridade para Atribuição de Números na Internet). Após a criação, a IANA atribui cada endereço IP a um dos cinco Registros Regionais da Internet (RIR), que os distribui aos provedores de serviços de internet na sua região.

Como o mundo é dividido por endereços IP

Atualmente, existem duas versões de endereços IP denominadas IP versão 4 (IPv4) e IP versão 6 (IPv6). Por que tudo precisa ser tão complicado? Bem, os endereços IPv4 têm apenas 32 bits, o que significa que só poderão haver cerca de 4,3 bilhões de endereços IPv4.

Em setembro de 2015, com quase tudo conectado à Internet, quatro dos cinco RIRs tinham esgotado completamente os endereços IPv4! Com 128 bits, os endereços IPv6 são a resposta: 340 282 366 920 938 463 463 374 607 431 768 211 456 endereços significa que eles não acabarão tão cedo.

Diferença entre o infográfico de IPv4 e IPv6

Por que ocultar o endereço IP?

Assim como a Amazon precisa do seu endereço para enviar um pacote, os servidores de todo o mundo precisam do endereço IP para enviar dados. Isso significa que o endereço IP precisa ser público, qualquer site visitado deve poder acessá-lo.

Você pode testar isso por conta própria, pesquisando "qual é o meu IP" no Google. Mas quem se importa se alguém souber essa sequência de caracteres aleatória? Tente pesquisar "onde estou" e você começará a entender o problema.

Em todo o mundo, existem bancos de dados de geolocalização por assinatura gratuitos e pagos que correspondem aos endereços IP de um local específico. A precisão pode variar de país até algumas casas de distância. Isso não é um problema se for apenas um site tentando oferecer a você o idioma correto, mas governos e empresas com motivos questionáveis também têm acesso a esses dados de localização.

Veja por si mesmo como é fácil fazer isso. Se você tiver uma conexão à internet, vários sites públicos podem revelar à você a localização IP, como HMA! IP Info ou https://iplocation.com/

Muito pior, o seu endereço IP está espalhado pela web como uma assinatura. Quase todos os sites que você visita registram o endereço IP, juntamente com as páginas solicitadas e as informações enviadas e recebidas.

Se um governo tirano, uma gravadora contenciosa ou um anunciante desagradável corresponder o endereço IP à sua identidade real, o que é fácil demais, suas atividades online ficarão expostas.

Então, caso se preocupe com a privacidade e o anonimato na internet, bloquear o endereço IP é a primeira ação que você deve tomar.

Imagem de um computador sendo rastreado online

As melhores maneiras de ocultar o IP

Use um servidor proxy

Um servidor proxy funciona como uma ponte entre você e seu destino final na web, transmitindo dados, conforme necessário. Ao conectar-se com um proxy, você está efetivamente redirecionando o tráfego por meio de outro computador antes de chegar ao site pretendido.

Como resultado, o proxy vai mascarar o endereço IP com o seu próprio, de modo que os registros engenhosos do servidor de site nunca saberão que você esteve lá. E, se alguém quiser verificar o endereço IP registrado em um banco de dados de geolocalização, verá apenas o local do servidor proxy, que pode estar do outro lado do mundo do seu dispositivo.

No entanto, há uma desvantagem. A maioria dos proxies não criptografa seus dados ao conectar-se a um site HTTP comum. É mais difícil, mas agentes poderosos, como governos, ainda podem descobrir quem é você. E quando isso acontece, tudo o que você tem feito fica visível.

Para a maioria das pessoas, existe um problema maior: os proxies são lentos. Muito lentos. Você pode ignorar as restrições geográficas básicas, mas isso é quase inútil se passar mais tempo observando uma página carregar do que assistindo ao seu conteúdo favorito do YouTube.

Se isso não for problema, você pode usar um proxy acessando um site de proxy confiável na web ou definindo um servidor proxy nas configurações do navegador.

Use uma VPN

Uma rede privada virtual, ou VPN, funciona muito como um servidor proxy, é o intermediário entre o seu dispositivo e um servidor final na web. Novamente, o endereço IP é mascarado pelo IP do servidor VPN ao qual você está conectado.

Mas, ao contrário de um proxy, qualquer VPN decente também criptografa o tráfego, mesmo antes dele sair do computador. Se alguém descobrir seu endereço IP real, isso não ajudará muito, pois os sites que você visitou e o que você fez nele estarão ocultos em uma longa sequência de caracteres sem sentido.

Melhor ainda, quando ativados, os serviços de VPN vão anonimizar todas as atividades de rede do dispositivo, não apenas a atividade do navegador. Então, independentemente se estiver jogando, baixando torrent ou usando um aplicativo de e-mail ou fotos, seu endereço IP ficará oculto e os dados trocados serão criptografados.  Você também pode ocultar o endereço IP em dispositivos móveis com um serviço de VPN para Android ou iPhone.

Embora seja possível configurar um software com um proxy, normalmente isso é problemático e uma etapa errada pode deixá-lo desprotegido. É difícil superar uma VPN no alto nível de segurança e na facilidade de uso.

Teste o AVG Secure VPN Gratuitamente

 

Use o Tor

Uma última opção para bloquear o endereço IP de olhos curiosos é o Tor. Tor significa "O roteador cebola", por um bom motivo. Ao conectar-se à web usando o Tor, o tráfego é colocado em um pacote criptografado e roteado por vários servidores em sua jornada, com camadas de criptografia adicionadas em cada estágio, como as camadas de uma cebola.

Cada servidor pode descriptografar apenas o suficiente para saber para onde enviar sua solicitação. E nenhum ponto da trajetória sabe de onde veio a solicitação, até mesmo a primeira parada não tem certeza sobre sua posição! É como um homem bêbado tropeçando por toda a cidade, sem saber de onde veio no final de sua jornada.

De um modo geral, é um sistema incrivelmente seguro, por isso é o preferido de jornalistas e ativistas cujas atividades online podem destruir vidas.

O Tor pode parecer seguro, mas todas as agências de governo têm nós ativos com a esperança de desvendar sua criptografia.

E até ele não é perfeito: no momento em que o tráfego atinge o nó de saída, a última etapa antes de chegar ao servidor de destino, qualquer criptografia adicionada pelo Tor é removida. Se isso não ocorresse, o servidor do site final não entenderia a solicitação. Embora o endereço de IP fique oculto ao deslocar-se pela rede, qualquer material não criptografado na solicitação poderá ser lido.

Como resultado, as agências de segurança pública, como a NSA ou FBI, além de outras agências no exterior, foram acusadas de instalar dezenas de nós de saída do Tor. Como uma ferramenta muito usada para cometer crimes cibernéticos, você pode apostar que o Tor é um dos principais alvos dos serviços de inteligência.

E, o mais importante, embora o Tor possa ser imbatível na segurança, ele não é necessário para o usuário comum da web. Ele pode até dar uma falsa sensação de segurança para aqueles que não têm uma compreensão da tecnologia subjacente.

Se o seu ativismo online estiver colocando sua vida em risco, recomendamos o uso do Tor. Caso contrário, uma VPN é provavelmente tudo que você precisa para ocultar o seu IP.

AVG Secure VPN Experimente GRÁTIS