Blog AVG Signal Privacidade VPN Os melhores países de servidor VPN para se conectar
Signal-The-best-server-countries-to-connect-to-via-VPN-Hero

Por que o endereço do seu servidor de VPN é importante?

O endereço do servidor de VPN é importante porque a localização da VPN afeta a velocidade, a privacidade e a segurança da internet, bem como a variedade do conteúdo que pode ser acessado online. Seja para acessar conteúdo restrito ou evitar spyware, a localização do servidor de VPN é fundamental.

Você já sabe o que é VPN e por que deveria usar uma. Agora você precisa saber os melhores países de onde se conectar, para aumentar sua privacidade e contornar as restrições geográficas.

Este artigo contém:

    O melhor endereço de servidor VPN está localizado em países sem censura ou limites de conteúdo, mas também geograficamente próximos à sua localização real. A velocidade dos servidores VPN depende da distância física entre o computador e o servidor VPN. Conectar-se a uma VPN em casa ou em um país vizinho geralmente oferece melhores velocidades de conexão.

    Os melhores países para se conectar por meio de um servidor VPN

    O melhor país de VPN depende do que você quer fazer online. Geralmente, existem três fatores que determinam se um país está na lista de melhores servidores VPN:

    1. Obstáculos ao acesso, inclusive infraestrutura e diversidade de provedores de serviços de internet.

    2. Limitações de conteúdo, como conteúdo bloqueado pelo estado ou a capacidade de as pessoas publicarem o próprio conteúdo.

    3. Violação dos direitos do usuário, inclusive leis sobre liberdade de expressão e restrição de atividade online.

    A maioria das pessoas quer apenas uma VPN para acessar conteúdo online do país de origem, ou ver streaming de shows ou esportes ao vivo. Mas é importante saber se as VPNs são legais no seu país.

    Talvez você valorize a privacidade na internet. Nesse caso, a Suíça é provavelmente o melhor país para se conectar com uma VPN.

    Se você está procurando um bom país para acessar uma VPN, que combine poucos obstáculos a acesso e conteúdo e forte proteção aos direitos do usuário, Islândia, Estônia, Canadá, Alemanha e Reino Unido são bons exemplos.

    Os melhores países para se conectar com uma VPNAo usar uma VPN, conecte-se por meio de um país com poucos obstáculos ao acesso digital e fortes proteções de privacidade.

    Veja nossa lista dos melhores países para servidores de VPN:

    1. Islândia

    A Islândia ocupa o primeiro lugar entre os melhores países para ter um servidor VPN graças às rigorosas leis de privacidade na internet e proteções de liberdade de expressão. A Islândia tem conectividade quase universal, alimentada por cabos de fibra ótica e apoiada por constante inovação em infraestrutura. Isso significa que uma VPN da Islândia é confiável e menos propensa a ficar offline devido a falhas de rede.

    A Islândia também possui fortes leis de neutralidade da rede, acesso igualitário à internet, restrições mínimas a conteúdo online, autocensura limitada e uma cultura que promove a liberdade digital.

    Além disso, o parlamento da Islândia aprovou recentemente uma lei de proteção a denunciantes que protege contra assédio e processos ilegítimos quem denunciar má conduta do empregador. O país é conhecido como um porto seguro para jornalistas, editores e outros que expressam opiniões controversas online.

    Pouquíssimo conteúdo, se houver, é bloqueado na Islândia e, por extensão, por uma VPN da Islândia. As restrições de conteúdo se limitam a violações de direitos autorais, como quando a Suprema Corte do país confirmou uma decisão de forçar os provedores de serviços de internet Hringdu e Vodafone a suspender o acesso aos sites de compartilhamento de arquivos Pirate Bay e Deildu.

    Dependendo da sua localização e necessidades, conectar sua VPN por meio de um servidor islandês é uma aposta segura, especialmente se você estiver na América do Norte ou na Europa.

    2. Estônia

    Outra boa opção ao escolher uma VPN europeia para se conectar é a Estônia. Sua capital, Tallinn, é frequentemente chamada de Vale do Silício da Europa, e a Estônia tem uma grande reputação de país digitalmente experiente com uma abordagem pioneira ao governo eletrônico.

    Cidadãos estonianos (e mesmo não cidadãos) podem solicitar uma residência eletrônica por meio de um sistema de identificação inteligente. Isso oferece acesso a vários serviços eletrônicos da Estônia, como a capacidade de assinar digitalmente documentos online, válidos em toda a UE.

    O governo estoniano impõe poucas limitações ao acesso à internet e tem instituições democráticas fortes. Quando alguma restrição de conteúdo digital é aplicada, você pode ter certeza de que essa decisão está amparada pela lei.

    Por exemplo, a Lei de jogos de azar da Estônia proíbe que sites de jogos de azar funcionem sem uma licença especial. E a Lei de Serviço da Sociedade da Informação do país permite que os provedores de serviços sejam isentos de responsabilidade por conteúdo ilegal compartilhado por seus usuários.

    A Estônia também é considerada uma das melhores localizações de servidores VPN da Europa devido à abertura ao conteúdo gerado pelo usuário. Em geral, a Estônia é uma excelente opção para se conectar a um servidor VPN.

    Se você estiver na Polônia, Bielorrússia, Europa Central ou até na Turquia, uma VPN baseada na Estônia oferece fortes proteções digitais e proximidade geográfica para velocidade máxima.

    3. Canadá

    O Canadá lidera a lista como o melhor lugar para uma VPN nas Américas. A lei canadense oferece ótima proteção de liberdade de expressão e de imprensa, e a qualquer VPN localizada no Canadá tem a mesma proteção geral.

    O regulador oficial de telecomunicações do país até apresentou uma estratégia de conectividade de referência em 2016, afirmando que o acesso à internet de alta velocidade deve ser um serviço básico de telecomunicações para todos os canadenses.

    O Canadá é um local ideal para quem procura uma VPN nos EUA, mas também deseja evitar o declínio da liberdade da internet nos EUA. A proximidade e a disponibilidade de conteúdo de streaming semelhante tornam uma VPN no Canadá uma ótima opção se você estiver nos EUA.

    Apenas observe que, em comparação com os EUA, o Canadá tende a ter menos opções de streaming. A Netflix nos EUA, por exemplo, oferece significativamente mais títulos do que no Canadá.

    O governo canadense também aprovou leis que questionaram alguns dos direitos de privacidade online do país. Em particular, a Lei Antiterrorista do país foi aplicada em vários casos, muitas vezes não relacionados a terrorismo.

    Um ponto interessante na lei canadense diz respeito à sua província francófona, o Quebec, que tem uma lei que faz com que alguns sites bloqueiem a exibição do próprio conteúdo lá. Para preservar a cultura francesa, o Quebec exige que todos os sites de natureza comercial tenham versões em francês. Em vez de pagar pela tradução e manutenção, alguns sites simplesmente bloqueiam o carregamento de conteúdo nessa região.

    4. Alemanha

    Os servidores VPN alemães são um ótimo lugar para se conectar. A infraestrutura alemã é muito desenvolvida e o acesso à internet está acima da média da UE. Devido à localização, uma VPN na Alemanha é uma ótima opção se você estiver na França, Luxemburgo, Holanda ou outro país europeu próximo.

    Por causa do passado totalitário da Alemanha, existem leis constitucionais para impedir a disseminação de desinformação e discurso de ódio. Embora isso possa aumentar a vigilância online pelas autoridades do país, a maioria dos problemas de remoção de conteúdo está relacionada simplesmente à desindexação dos resultados de pesquisa, e não à remoção ou exclusão de conteúdo em massa.

    Se você usa uma VPN baseada na Alemanha, existem duas leis principais que afetam os resultados da pesquisa e o conteúdo de mídia social. A NetzDG (a Lei de Policiamento de Rede) tem o objetivo de combater crimes de ódio e a disseminação de fake news nos sites de redes sociais.

    A outra lei de remoção de conteúdo chamada de direito de ser esquecido, que força os mecanismos de pesquisa a remover determinados resultados de pesquisa se violarem os direitos de privacidade e se a pessoa sujeita à violação tiver solicitado oficialmente essa remoção.

    5. Reino Unido

    Completando nossa lista está o Reino Unido, outro dos melhores países de servidores para se conectar por meio de uma VPN. O Reino Unido desenvolve ativamente sua rede de fibra óptica, incentivando os empreendedores a apoiar esse tipo de infraestrutura.

    A conexão da alta velocidade é comum no país. A Lei de Economia Digital de 2017 obriga que os provedores de serviços de internet ofereçam conexões de pelo menos 10 Mbps, comprovando a estabilidade da conectividade digital.

    Há pouquíssimas limitações à liberdade da internet no Reino Unido, com exceção de conteúdo que viole direitos autorais, promova o terrorismo ou represente abuso infantil. Embora a filtragem automatizada de conteúdo ilegal ou prejudicial seja de responsabilidade dos provedores de internet, a agência reguladora de telecomunicações do país tem o poder de monitorar a desinformação online.

    Uma VPN do Reino Unido é uma ótima opção para quem procura um país confiável de língua inglesa para acessar a internet.

    Outros países notáveis para se conectar com uma VPN

    Se você está fora da Europa e procura uma VPN da Índia ou do Brasil, conectar-se por meio de servidores localizados nesses países pode deixar você conexões de baixa velocidade. Nesse caso, o melhor país para se conectar a uma VPN é aquele mais perto de você.

    VPN da Malásia

    A Malásia é uma boa opção de local de servidor VPN devido às rígidas leis de privacidade de dados. Implementada em 2013, a Lei de Proteção de Dados Pessoais da Malásia protege as pessoas do uso indevido das informações privadas. A lei impede até transferências de dados para outros países. Em outras palavras, o que acontece em um servidor malaio, fica em um servidor malaio.

    VPN da Suíça

    Graças ao compromisso com a privacidade pessoal, a Suíça deve estar em toda lista dos melhores países para uma VPN. Na Suíça, o que você faz na sua vida pessoal, incluindo sua vida digital, depende de você. Como a Suíça está na Europa, mas não na União Europeia, o país é livre para definir a própria agenda em relação à liberdade na internet.

    De fato, em 2011, o governo suíço divulgou um relatório afirmando que o conteúdo pirata para uso pessoal não é um grande problema. Mas, depois de ser adicionado a uma lista de vigilância de proteção de direitos autorais pelos EUA, o país mudou de rumo. Em 2019, a Suíça aprovou uma lei que dá mais proteção aos criadores de conteúdo, que não culpa os usuários, mas sim os provedores que hospedam conteúdo pirata.

    VPN dos EUA

    A proteção de direitos autorais e os requisitos de licenciamento significam que os serviços de streaming precisam deter os direitos de exibir determinado conteúdo em regiões específicas. Isso significa que os americanos que viajam ao exterior precisam usar uma VPN baseada nos EUA para assistir aos mesmos programas que o serviço de assinatura doméstico oferece.

    Além disso, muitos sites criados por universidades e pelo governo podem ser acessados apenas a partir de servidores baseados nos EUA. Portanto, embora o país esteja abaixo da Islândia, do Canadá e de outros nesta lista em termos de liberdade na internet e acesso igualitário, os EUA ainda são a principal opção de local de servidor VPN devido à quantidade de opções de conteúdo.

    Como escolher o melhor local de servidor VPN para você

    O melhor país para usar uma conexão VPN depende das suas necessidades de internet. Se acelerar sua conexão VPN é importante, o melhor local é aquele geograficamente perto de você. Mas se streaming for sua maior prioridade, conecte-se por meio de um país como a Suíça, que geralmente permite que as pessoas baixem conteúdo protegido por direitos autorais para uso pessoal.

    Se quiser acessar um serviço de streaming disponível apenas em regiões específicas ou assistir TV online, você precisará de uma VPN localizada no país de origem. E se a criptografia de dados for uma das maiores preocupações, considere a qualidade do seu provedor de VPN.

    Use esta lista de verificação para ajudar a escolher a melhor localização do servidor VPN. Você quer:

    • Contornar restrições geográficas?

    • Acessar serviços de streaming online?

    • Melhorar a sua segurança online?

    • Melhorar sua privacidade online (navegação anônima, leis de proteção de dados)?

    • Testar ou usar software em regiões diferentes?

    Se a segurança na internet, a privacidade online e o acesso irrestrito forem suas principais necessidades de VPN, experimente o AVG Secure VPN.

    O AVG Secure VPN tem criptografia de dados de nível militar para oferecer privacidade máxima, e você pode usá-lo em até 10 dispositivos. Se quiser configurar uma VPN no Windows ou em qualquer outra plataforma, ele cuida disso para você.

    Mantenha sua atividade online privada onde quer que esteja, com o AVG Secure VPN

    Seja qual for sua localização, uma VPN manterá sua vida digital longe de olhares indiscretos. E ela oferecerá acesso a um mundo de conteúdo. O AVG Secure VPN oferece toda a proteção e as vantagens de que você precisa, como criptografia reforçada para máxima privacidade e permite streaming em mais de 50 locais.

    Baixe o teste grátis do AVG Secure VPN hoje mesmo e comece a navegar e ver streaming com liberdade.

    Tenha acesso aos melhores locais de servidor de VPN com o AVG Secure VPN

    Teste grátis

    Tenha acesso aos melhores locais de servidor de VPN com o AVG Secure VPN

    Teste grátis