Blog AVG Signal Privacidade VPN Como parar agora o armazenamento em buffer
How-to-stop-buffering-when-streaming-Hero

O que é exatamente armazenamento em buffer? O armazenamento em buffer é um processo em que dados extras, conhecidos como “buffer”, são armazenados temporariamente na memória do computador enquanto se movem de um lugar para outro. 

Caso sua conexão com a internet seja boa para lidar com o volume de dados transferidos, o buffer de vídeo será imediatamente armazenado sem você notar qualquer atraso. Mas se a conexão for lenta ou instável, os problemas de armazenamento em buffer interromperão o streaming do vídeo até que dados suficientes sejam acumulados no buffer para evitar que a transmissão fique lenta.

Este artigo contém:

    Felizmente, você pode executar algumas etapas se seus vídeos continuarem sendo armazenados em buffer. Continue lendo para ver todos os detalhes sobre streaming, desde truques rápidos a soluções de longo prazo.

    Como parar o armazenamento em buffer instantaneamente

    Encontrar uma correção instantânea para os problemas de armazenamento em buffer pode ser uma dor de cabeça no início. Mas, esse é o segredo: ele não é. Nossa lista abrangente de técnicas de solução de problemas detalha como interromper o armazenamento em buffer durante a transmissão online.

    Primeiro, tente pausar a transmissão

    Para iniciar uma conexão comprometida, tente pausar a transmissão por alguns minutos. Como a velocidade da internet é geralmente a culpada dos problemas de armazenamento em buffer, pausar a transmissão online, mesmo que por apenas alguns minutos, permite ao sistema reconstruir o “buffer” e retomar a transmissão normalmente. E isso dá um pouco de tempo para você fazer mais pipoca.

    Tente pausar a transmissão por alguns minutos para armazenar conteúdo no buffer.

    Reduza a qualidade do vídeo

    Não é novidade que os arquivos maiores demoram mais para baixar. Se você estiver lutando contra interrupções de buffer no meio de um filme longo (como o Titanic), a correção é fácil. Simplesmente reduza o tamanho do arquivo de vídeo

    Você pode fazer isso reduzindo a resolução da imagem. Você pode diminuir um vídeo HD para uma resolução mais padrão, o que diminuirá a carga de dados e ajudará a aumentar consideravelmente a velocidade de transmissão. 

    Vários serviços populares de streaming, como Youtube e Netflix, permitem controlar manualmente a resolução do vídeo de forma fácil. Para isso, acesse as configurações da plataforma de streaming e selecione o padrão de resolução de vídeo da sua preferência.

    No seletor de qualidade do YouTube, você pode escolher 1080p, 720p, 480p e menos para tentar interromper o armazenamento em buffer.

    Feche os outros aplicativos e remova os dispositivos conectados

    Seu computador é um mestre multitarefa. Porém, quanto mais ações ele tenta concluir (ou entradas que tenta executar) de uma vez, menos energia ele tem para se dedicar a cada uma delas. Em outras palavras, seu sistema não consegue transmitir de forma tão eficaz quando tenta fazer malabarismos com outros aplicativos e programas. 

    Até mesmo os aplicativos inativos podem continuar sendo executados em segundo plano, consumindo os recursos do computador. Esses processos em segundo plano podem obstruir as velocidades de streaming e desacelerar o computador. Se você estiver enfrentando uma batalha de armazenamento em buffer, tente fechar ou eliminar programas desnecessários para diminuir a carga do sistema. 

    Obviamente, muitas vezes é mais fácil falar do que fazer, porque alguns aplicativos continuarão funcionando sem você perceber. Uma ferramenta de limpeza e otimização, como o AVG TuneUp, desliga ou hiberna aplicativos e programas desnecessários para que você tenha o máximo de energia do seu PC. 

    O AVG TuneUp conta com a tecnologia patenteada Modo Dormir que identifica os programas que consomem muitos recursos, aqueles que exercem estresse excessivo na inicialização ou até mesmo processos complicados em segundo plano, e os coloca em repouso até você estar pronto para usá-los. O resultado? Você tem mais potência para seu streaming.

    Os dispositivos conectados também podem obstruir o tráfico de streaming. Como as máquinas dependentes de WiFi, como smartphones, laptops, dispositivos IoT, ainda se comunicam com seu roteador sem fio, mesmo quando não são usados, elas ainda podem causar problemas de armazenamento em buffer. Tente desconectar os dispositivos não usados para liberar um pouco de largura de banda.

    Alterne para uma conexão de internet com fio

    O WiFi é ótimo para comunicação móvel, mas é incontestável comparado a uma conexão com fio. Se sua internet de alta velocidade funciona corretamente, mas você ainda está tendo atrasos de streaming, tente usar uma Ethernet ou outra conexão de rede com fio para aumentar as velocidades.

    Um cabo Ethernet é conectado diretamente ao roteador, garantindo uma conexão estável. Mas nem todos os cabos são iguais. Dependendo do seu computador, você talvez precise investir em adaptadores ou outros cabos.

    Teste sua VPN (se estiver usando uma)

    Embora seja uma ferramenta de privacidade de alto nível, uma rede privada virtual (VPN) resulta em um fluxo mais lento. Uma VPN é um filtro bidirecional para canalizar informações. Cada pacote de dados que ela recebe é criptografado e deve ser descriptografado com um servidor separado. 

    Como esperado, as VPNs podem ficar congestionadas, especialmente durante os horários de pico. Isso afeta não só a taxa de transferência de dados, mas também o desempenho do PC. Se quiser, você pode testar o desempenho do seu computador antes de navegar online. 

    Se você usa uma VPN, é importante atualizar regularmente as configurações para que a velocidade da conexão VPN permaneça a mais rápida possível. VPNs antigas ou desatualizadas são vulneráveis à superlotação, o que pode levar a atrasos e outros problemas de desempenho. Sua VPN pode ter sido criada para proteger você, mas isso não significa que ela deva atrapalhar.

    Ele protege sua privacidade sem atrasá-lo.Uma VPN de última geração, como o AVG Secure VPN, oferece velocidades rápidas para facilitar o streaming.

    Se uma VPN complicada estiver prejudicando o streaming, mude para o AVG Secure VPN, otimize o fluxo e aproveite a criptografia de alto nível no processo. Com mais de 50 locais de streaming ao redor do mundo, o AVG Secure VPN não só fornecerá uma conexão hermética, mas também permitirá que você acesse todo o conteúdo desejado.

    Você ainda armazena em buffer? Você talvez precise de uma correção de longo prazo

    Se você desconectou e atualizou todas as conexões possíveis e ainda está preso em intermináveis loops de armazenamento em buffer, talvez seja a hora de uma solução mais permanente. Portanto, se você precisar fazer uma mudança real e parar para sempre de armazenar em buffer durante o streaming, veja o que precisa para começar.

    Atualize seus elementos gráficos e drivers de placa

    Caso seu sistema gráfico esteja sobrecarregado, se você for um cinéfilo ou sua máquina de jogos para PC precisar de alguns ajustes, talvez seja hora de atualizar os drivers. As empresas de tecnologia conhecidas, como Intel e AMD, renovam regularmente os sistemas, o que pode impactar significativamente o desempenho do produto. Se você estiver executando drivers desatualizados, seu sistema provavelmente não funcionará tão bem quanto poderia, o que também afeta o streaming.

    A atualização dos drivers reduz travamentos, congelamentos e telas azuis, e geralmente faz com que o PC funcione melhor. Desde a correção de problemas de WiFi até a exibição de imagens mais nítidas durante a transmissão, os drivers atualizados garantem que tudo funcione como deveria. Mas a procura por atualizações de driver e instalação manual podem ser complicadas. Para economizar tempo, automatize o processo com o AVG Driver Updater. Encontre e substitua drivers automaticamente e desfrute de um streaming mais rápido instantaneamente.

    Atualize sua conexão com a internet

    Se você continuar com problemas de buffer mesmo com uma conexão por cabo, verifique a fonte da sua internet: o roteador. A reinicialização do roteador geralmente pode corrigir uma conexão com problemas. Basta desconectar o roteador, contar lentamente até dez e reconectá-lo. 

    Para obter mais dicas de solução de problemas, consulte nosso guia sobre como aumentar seu sinal WiFi. Se o problema persistir, acesse o site do fabricante do roteador para ver se há alguma atualização.

    Se você já tiver tentado todas as dicas acima e seus streams ainda estiverem presos em ciclos de armazenamento em buffer irritantes, considere uma solução mais envolvente. Se for esse o caso, entre em contato com seu provedor de internet, porque pode ser a hora de atualizar sua rede.

    Por que meus vídeos continuam armazenando em buffer?

    Embora a causa de um único problema de armazenamento em buffer possa ser difícil de identificar, os problemas quase sempre indicam largura de banda de internet insuficiente. Isso significa que os dados do seu arquivo de vídeo não são baixados rápido o suficiente para corresponder à reprodução contínua exigida pelo streaming. 

    Quando você não consegue baixar dados suficientes para manter a reprodução contínua do vídeo, o fluxo para e aguarda o download de mais dados para criar um buffer maior. O armazenamento em buffer pode ser causado por vários fatores, inclusive: 

    • Uma conexão com a internet lenta ou instável.

    • Falta de largura de banda disponível.

    • Um navegador ou uma placa gráfica desatualizada.

    • Um provedor de conteúdo saturado com várias solicitações de dados. 

    Embora raro, o último item dessa lista é uma possibilidade real. Quando plataformas de streaming populares, como Netflix, Youtube, Hulu etc., atingem uma capacidade excessiva de visualização, os serviços de streaming podem ser comprometidos. Eles ficam muito congestionados com solicitações de streaming para manter o ritmo. Se isso acontecer, será necessário esperar até que a plataforma receba todas as solicitações de conteúdo. 

    Mas outros problemas de armazenamento em buffer podem ser originados no seu dispositivo. Por isso, é importante manter seus sistemas atualizados e minimizar os processos em segundo plano que consomem muitos dados. Um dispositivo limpo e uma rede estável podem ajudar muito a resolver os problemas do armazenamento em buffer e acelerar significativamente os tempos de streaming.

    Não deixe a VPN aumentar os tempos de armazenamento em buffer

    Embora seja verdade que algumas VPNs podem diminuir a velocidade de streaming, isso não significa que a sua fará isso. O AVG Secure VPN tem uma conexão de vários soquetes para conectar até cinco dispositivos ao mesmo tempo, garantindo velocidades de conexão ultrarrápidas e flexíveis. 

    Escolha entre os servidores distribuídos em mais de 50 locais ao redor do mundo e comece a transmitir todos os seus programas favoritos sem restrições ou armazenamento em buffer. E com a criptografia de alto nível, você terá certeza de que seus dados estarão sempre protegidos de olhares indiscretos. Experimente o AVG Secure VPN hoje e aproveite toda a segurança sem qualquer sacrifício.

    Aproveite streaming rápido e desbloqueie conteúdo com o AVG Secure VPN

    Teste grátis

    Aproveite streaming rápido e desbloqueie conteúdo com o AVG Secure VPN

    Teste grátis