Blog AVG Signal Privacidade Cibercriminosos Sinais que seu telefone foi hackeado
Signal-Signs-your-phones-been-hacked-Hero

Alguém pode hackear meu telefone?

Sim, seu telefone pode ser hackeado — e isso acontece com mais frequência do que você imagina. Mas existem maneiras de saber se você foi vítima de um hack de telefone e precauções a serem tomadas para evitar ser hackeado.

Neste artigo, mostraremos como se proteger contra ataques de hackers ao telefone.

Este artigo contém:

    Como saber se seu telefone foi hackeado

    Sempre haverá hackers, mas você pode manter seus dados protegidos, observando os sinais de crime. Veja como saber se seu telefone foi hackeado.

    Está mais lento do que o normal

    Um dos sinais mais comuns de hackeamento de telefone é a queda no desempenho. Se os sites estão demorando muito para carregar ou se seus aplicativos estão travando repentinamente quando você os usa, o malware pode estar consumindo a largura de banda ou o poder de processamento do seu telefone. Você também pode ter problemas ao enviar e receber mensagens ou ao tentar ligar e desligar o telefone.

    Seu telefone está quente

    Seu telefone fica quente, mesmo quando você não o usa ativamente? Os telefones podem esquentar durante períodos prolongados de uso intensivo, como durante o streaming de um filme ou ao jogar por horas, mas se não é você que está causando isso, pode ser outra pessoa.

    Sua bateria está descarregando mais rápido do que o normal

    Se a bateria do seu telefone está descarregando mais rápido do que o normal, verifique se há muitos aplicativos abertos em segundo plano. Aplicativos em segundo plano podem queimar muitos dados e você pode economizar bateria ao restringir os dados do aplicativo em segundo plano.

    Há muitas maneiras de fazer sua bateria durar mais, mas se tudo estiver normal, a vida útil mais curta da bateria pode ser um sinal de que seu telefone foi hackeado.

    Interrupções de serviço

    Embora não seja incomum experimentar, ocasionalmente, uma chamada interrompida ou uma conexão ruim, se as interrupções do serviço se tornaram cada vez mais regulares, pode ser hora de se perguntar: Meu telefone foi hackeado?

    Pop-ups estranhos

    Se você estiver vendo muito mais anúncios pop-up do que o normal, seu telefone pode estar infectado com adware, um tipo de software malicioso que o inunda com anúncios. Nunca clique em nenhum anúncio ou link suspeito.

    Os sites parecem diferentes

    Às vezes, o Google muda a aparência de sua página inicial para um dia especial, mas se você notar que muitos sites têm uma aparência diferente do que costumam ter, isso pode significar um iPhone ou Android hackeado.

    O malware em seu telefone pode estar agindo como um proxy entre você e a web, redirecionando seu tráfego para outros sites. Saber como verificar se um site é seguro pode ajudá-lo a se proteger.

    Novos aplicativos aparecem

    Embora todos nós tenhamos baixado um aplicativo e imediatamente esquecido dele, um dos sinais de que um hacker de telefone acessou seu telefone pode ser a presença de aplicativos que você não reconhece. Em uma biblioteca de telefone bagunçada, um único aplicativo extra com intenções maliciosas pode passar despercebido. 

    Se você vir um aplicativo desconhecido, pesquise online — pode ser necessário remover malware do seu telefone. Não se esqueça de avaliar a segurança dos aplicativos antes de baixá-los.

    Os aplicativos param de funcionar corretamente

    Se seus aplicativos são encerrados com frequência, ou seu telefone está travando regularmente, pode ser que seu telefone celular foi hackeado e o malware está usando os recursos dele. 

    O baixo desempenho também pode indicar que você precisa atualizar o software do seu telefone, o que é essencial para a segurança deste. Antes de comprar um novo telefone, experimente nossas dicas para acelerar seu iPhone ou otimizar seu Android.

    Você recebe chamadas e textos desconhecidos

    Alguém pode hackear seu iPhone por meio de texto? Alguém pode hackear seu telefone ligando para você? É improvável que alguém possa hackear seu telefone diretamente ligando para você (embora eles possam tentar fazer um phishing para obter informações), mas hackear por texto é outra história. 

    Embora muitas mensagens de texto hackeadas exijam um clique em um link suspeito, um hack de mensagem do iPhone com bugs do iOS sem interação pode usar uma mensagem de texto para infectar seu telefone, mesmo sem você fazer nada. Você pode se proteger contra essas vulnerabilidades exploráveis usando um aplicativo de mensagens criptografadas para manter os dados seguros. 

    Se alguém lhe disser que você ligou ou mandou uma mensagem de texto quando não o fez, é provável que seu telefone tenha sido hackeado. Informe seus amigos e familiares se você receber mensagens ou ligações estranhas deles.

    Ficando sem dados

    Se você está percebendo picos inexplicáveis no uso de dados, pode não ser o único a usá-los. Um iPhone ou dispositivo Android hackeado pode usar seus dados para transmitir informações coletadas de seu telefone.

    Cobranças inesperadas

    Se você tiver cobranças inesperadas que sua operadora de telefonia não consegue contabilizar, elas podem ser decorrentes do uso de dados extras descrito acima. Se alguém estiver usando seu telefone remotamente, essa pessoa pode estar ligando para outras pessoas ou usando serviços premium. Cobranças misteriosas devem ser investigadas para descartar malware. 

    Os aplicativos Fleeceware podem cobrar taxas de assinatura exorbitantes e também podem ser a causa de seus problemas de cobrança. Esses aplicativos geralmente atraem você com um teste grátis, que se transforma em uma assinatura paga alguns dias depois. Se você encontrar um desses em seu telefone, cancele a inscrição de dentro do aplicativo — simplesmente excluí-lo não funcionará.

    Proteja seu telefone contra ameaças como essas com o AVG AntiVirus para Android ou AVG Mobile Security para iPhone. Ambos os aplicativos oferecem uma camada adicional de proteção contra hackers e protegerão seu telefone e suas informações pessoais.

    As técnicas que os hackers de telefone usam

    Como esses hackers conseguem entrar no seu telefone em primeiro lugar? Os hackers mais perigosos e famosos usam uma mistura de magia técnica e truques de engenharia social para explorar os humanos por trás dos telefones.

    Um desenho que mostra as muitas técnicas que os hackers de telefone usam para se infiltrar em dispositivos móveisOs hackers de telefone podem usar várias técnicas para se infiltrar em seu dispositivo móvel.

    Aqui estão algumas das técnicas mais comuns que os hackers usam para invadir telefones:

    Phishing

    Phishing envolve o uso de táticas de engenharia social para induzi-lo a revelar informações pessoais. Um ataque de phishing pode ser simples, como um e-mail com um link que diz GRÁTIS e direciona você para um site malicioso. Muitos dos hackers mais famosos de hoje usam ataques de phishing em suas campanhas.

    Ou pode ser um esquema mais complexo, como um questionário online que pode dizer qual princesa da Disney você é com base no seu aniversário, nome de solteira da mãe e o nome do seu primeiro animal de estimação — respostas que o hacker pode usar para invadir suas contas.

    O phishing também pode ser altamente direcionado, com o objetivo de enganar um funcionário específico de alto nível para que ele revele muitas informações. Ataques focalizados contra figuras de liderança sênior são conhecidos como whaling.

    Aplicativos espiões

    Uma maneira sorrateira de infectar um telefone com malware é convencer alguém a baixar um aplicativo com recursos espiões ocultos. Este aplicativo pode estar disfarçado como um jogo, um aplicativo para produtividade ou até mesmo uma segurança promissora, quando na verdade é um aplicativo de spyware rastreando suas atividades online e dados pessoais. Alguns spywares do Android podem até espionar quando o telefone não está ligado

    Outro tipo de software malicioso para o seu telefone é o stalkerware, que rastreia seus movimentos, navegação, mensagens e chamadas. O stalkerware é geralmente instalado por alguém próximo a você — quando os aplicativos de controle parental são usados dessa forma, eles se tornam stalkerware.

    Lembre-se de remover o spyware do seu Android e de se livrar dos aplicativos de espionagem assustadores do seu iPhone.

    Troca de SIM

    Muitos procedimentos de autenticação de dois fatores (2FA) confirmam seu login com uma mensagem de texto enviada para o seu telefone. Com a troca de SIM, os hackers tentam convencer seu provedor de serviços de que seu número de telefone realmente precisa ser trocado por um cartão SIM diferente (pelo do hacker). Dessa forma, eles receberão suas mensagens de autenticação.

    Os golpes de troca de SIM geralmente começam com tentativas de phishing destinadas a fornecer ao hacker informações suficientes para se passar por você para o provedor de serviços. Com informações pessoais suficientes, um hacker pode usar seu número de telefone para iniciar uma troca de SIM.

    Embora seja improvável que alguém possa invadir seu telefone ligando para você, é necessário ainda proteger seu número de telefone: uma chamada desconhecida agora pode ser parte de um plano para hackear mais tarde.

    Acesso não autorizado

    Os cibercriminosos podem usar phishing ou outras técnicas para acessar sua conta do iCloud ou do Google. Muitas pessoas têm essas contas vinculadas às suas redes sociais, o que pode ser aproveitado como uma vulnerabilidade para entrar em seus dados. Com acesso não autorizado às suas contas, um hacker pode ver suas informações de localização e visualizar seus e-mails, mensagens e keychains.

    Bluetooth

    A conexão Bluetooth sem fio pode tornar mais fácil tocar música em um alto-falante, mas torna seu telefone mais vulnerável a crimes cibernéticos. Os hackers podem usar software para interceptar um sinal bluetooth e obter acesso ao seu telefone. Não emparelhe seu telefone com um dispositivo em que você não confia ou em um local que não seja seguro.

    Wi-Fi

    Semelhante ao Bluetooth, o Wi-Fi também pode ser usado por hackers para obter acesso ao seu telefone. Em particular, o uso de redes Wi-Fi públicas pode deixar seu telefone vulnerável a ataques, pois elas podem ter sido configuradas por um agente mal-intencionado esperando por você para se conectar. Também é importante alterar a senha padrão de sua rede Wi-Fi doméstica para evitar que hackers invadam seu roteador.

    Você pode se proteger em uma rede Wi-Fi pública configurando uma VPN móvel no iPhone ou Android. Uma VPN, ou rede privada virtual, criptografa sua conexão para evitar que pessoas mal-intencionadas invadam seu telefone.

    Estações de carregamento

    Precisa carregar seu telefone rapidamente em uma estação de carregamento pública? Pense duas vezes — o golpe juice jacking infecta essas estações com malware para atingir pessoas com pouca energia.

    Uma estação de carregamento infectada faz mais do que aumentar a energia. O malware se espalha para seu telefone, onde pode monitorar o que você faz, coletar e transmitir seus dados privados e até fazer saque de sua conta bancária. 

    Se você usa estações de carregamento de celular, proteja seu telefone com um aplicativo de segurança cibernética de um provedor confiável. AVG AntiVirus para Android e AVG Mobile Security for iPhone mantêm seu telefone protegido contra atividades maliciosas, garantindo que seus dados e aplicativos estejam sempre protegidos.

    Meu telefone foi hackeado, como faço para corrigir isso?

    Se você acha que seu telefone foi hackeado, há maneiras de encontrar e remover malware em telefones Android ou iPhones — você pode remover aplicativos maliciosos, limpar o cache e os downloads ou até mesmo limpar totalmente o telefone. 

    Mas o método mais seguro é proteger seu telefone contra hacks, em primeiro lugar, com um dos melhores aplicativos antivírus gratuitos disponíveis.

    Proteja seu telefone contra hackers

    Mesmo que você sempre tenha cuidado, os hackers estão constantemente construindo novas ferramentas de hacking para entrar em seus dispositivos. Se você for um usuário de iPhone, o AVG Mobile Security para iPhone/iPad vai mantê-lo seguro, verificando automaticamente se sua rede Wi-Fi é segura, além de monitorar bancos de dados online para garantir que nenhuma de suas senhas seja roubada. 

    O AVG também oferece proteção poderosa para dispositivos Android. O AVG AntiVirus para Android protege seu telefone contra malware, chamadas não solicitadas e outros comportamentos maliciosos. Ele também oferece proteção anti-hacking adicional, bloqueando aplicativos com informações confidenciais. Além disso, as defesas antifurto ajudam a localizar e até mesmo limpar seu telefone remotamente se ele for perdido ou roubado.

    Bloqueie cibercriminosos e tenha proteção móvel em tempo real com o AVG AntiVirus

    Instalação gratuita

    Bloqueie cibercriminosos e tenha proteção em tempo real com o AVG Mobile Security

    Instalação gratuita