Qualquer pessoa que tenha instalado um aplicativo do Google Play provavelmente já viu uma solicitação de permissão de aplicativos. Ela é semelhante à imagem abaixo:

Um exemplo de captura de tela de uma solicitação de permissão de aplicativo para Android
A solicitação de permissão de aplicativo universal.

Essas solicitações aparecem na primeira vez em que um aplicativo precisa de acesso ao hardware ou aos dados confidenciais do seu telefone ou tablet. Por exemplo, se você instalou um aplicativo de câmera, ele precisará da sua permissão para acessar a câmera antes que ela possa tirar fotos. Então, além de ser cauteloso sobre os aplicativos do Google Play instalados, também é importante saber quais as permissões solicitadas por eles.

Permissões “normais” x. “perigosas”

As permissões do sistema são divididas em dois grupos: "Normais" e "perigosas". Os grupos de permissão normais são permitidos por padrão, pois não representam um risco à privacidade. (Por exemplo, o Android permite que os aplicativos acessem à internet sem a sua permissão.) No entanto, os grupos de permissão perigosos podem fornecer aos aplicativos o acesso a informações, como seu histórico de chamadas, mensagens privadas, localização, câmera, microfone, entre outros. Portanto, o Android sempre solicitará que você aprove as permissões perigosas.

Nas versões anteriores do Android, aceitar grupos de permissão potencialmente perigosos era uma decisão arriscada. Você autorizava todas as permissões necessárias para um aplicativo funcionar, antes da instalação, ou recusava-as, o que significava que o aplicativo não poderia ser instalado. Os desenvolvedores de aplicativos questionáveis podem abusar desse sistema para obter permissões que vão além do escopo de seus aplicativos (por exemplo, aplicativos de calendário que não solicitam o acesso somente à sua agenda, mas também ao microfone). Felizmente, isso mudou com o lançamento do Android 6.0 em outubro de 2015. Agora, o Android deixa você decidir quais permissões vai aceitar individualmente — depois que o aplicativo for instalado.

Os desenvolvedores de aplicativos questionáveis camuflam permissões que não precisam. Por que um aplicativo de calendário precisa acessar seu microfone?

“Esta abordagem agiliza o processo de instalação do aplicativo, já que o usuário não precisa conceder permissões ao instalá-lo ou atualizá-lo”, diz o Google. “Isso também dá ao usuário mais controle sobre a funcionalidade do aplicativo. Por exemplo, um usuário pode optar por conceder o acesso à câmera para um aplicativo de câmera, mas não à localização do dispositivo.”

No entanto, desenvolvedores de aplicativos preguiçosos ou mal-intencionados podem contornar esse novo sistema de permissões intencionalmente, visando níveis de API mais antigos. Por isso, ainda é possível encontrar aplicativos no Google Play que solicitam todas as permissões antes da instalação. Contudo, esta falha deverá ser corrigida no final de 2018. 

Permissões potencialmente perigosas a serem observadas

Qualquer pessoa preocupada com sua privacidade e segurança deve ficar atenta aos aplicativos que solicitam acesso aos nove grupos de permissão a seguir. Cada grupo contém várias permissões, e a aprovação de uma única permissão de qualquer grupo aprova automaticamente todas as outras permissões dentro dele. (Por exemplo, se permitir que um aplicativo veja quem está ligando para você, ele também terá permissão para fazer chamadas telefônicas.

Sensores corporais

Permite o acesso aos seus dados de saúde de monitores cardíacos, rastreadores de condicionamento físico e outros sensores externos.

  • A vantagem:  Os aplicativos de condicionamento físico precisam dessa permissão para monitorar sua frequência cardíaca durante o exercício, fornecer dicas de saúde, etc.
  • A desvantagem:  Um aplicativo mal-intencionado pode espionar sua saúde.

Calendário

Permite que os aplicativos leiam, criem, editem ou excluam seus eventos de calendário.

  • A vantagem:  Os aplicativos de calendário, obviamente, precisam dessa permissão para criar eventos de calendário, assim como os aplicativos de rede social, que permitem adicionar eventos e convites ao seu calendário.
  • A desvantagem:  Um aplicativo mal-intencionado pode espionar suas rotinas pessoais, seus horários de reuniões, entre outros, e até mesmo excluí-los do seu calendário. 

Câmera

Permite que os aplicativos usem sua câmera para tirar fotos e gravar vídeos.

  • A vantagem:  Os aplicativos de câmera precisam dessa permissão para que você possa tirar fotos.
  • A desvantagem:  Um aplicativo mal-intencionado pode ligar sua câmera secretamente e gravar o que está acontecendo ao seu redor.

Contatos

Permite que os aplicativos leiam, criem ou editem sua lista de contatos, além de acessar a lista de todas as contas (por exemplo, Facebook, Instagram, Twitter etc.) usadas no dispositivo.

  • A vantagem:  Um aplicativo de comunicação pode usar isso para permitir que você envie mensagens de texto ou faça chamadas para outras pessoas na sua lista de contatos.
  • A desvantagem:  Um aplicativo mal-intencionado pode roubar todo o conteúdo do catálogo de endereços e, em seguida, afetar seus amigos e familiares com spam, fraudes de phishing, etc. 

Locais

Permite que os aplicativos acessem sua localização aproximada (com estações de base de celular e pontos de acesso Wi-Fi) e exata (com GPS).

  • A vantagem:  Os aplicativos de navegação podem ajudá-lo a se locomover; os aplicativos de câmera podem marcar geograficamente suas fotos para que você saiba onde elas foram tiradas; e os aplicativos de compras podem estimar seu endereço para entrega.
  • A desvantagem:  Um aplicativo mal-intencionado pode rastrear secretamente a localização para criar um perfil sobre seus hábitos diários ou até mesmo avisar aos ladrões quando você não estiver em casa.

Microfone

Permite que os aplicativos usem o microfone para gravar áudio.

  • A vantagem:  Um aplicativo de reconhecimento de música, como o Shazam, usa isso para ouvir qualquer música que você queira identificar. Um aplicativo de comunicação pode usar isso para permitir que você envie mensagens de voz para seus amigos.
  • A desvantagem:  Um aplicativo mal-intencionado pode gravar secretamente o que está acontecendo ao seu redor, incluindo conversas particulares com sua família e seu médico, além de reuniões de negócios confidenciais.

Telefone

Permite que os aplicativos saibam seu número de telefone, as informações de rede do celular atuais e o status da chamada em andamento. Os aplicativos também podem fazer e encerrar chamadas, ver quem está ligando para você, ler e editar seus registros de chamadas, adicionar correio de voz, usar VoIP e até redirecionar as chamadas para outros números.

  • A vantagem: Os aplicativos de comunicação podem usar isso para permitir que você ligue para seus amigos.
  • A desvantagem: Um aplicativo mal-intencionado pode espionar seus hábitos de telefone e fazer chamadas sem o seu consentimento (incluindo chamadas pagas).

SMS

Permite que os aplicativos leiam, recebam e enviem mensagens SMS, além de receber mensagens WAP por push e MMS.

  • A vantagem: Os aplicativos de comunicação podem usar isso para permitir que você envie mensagens para seus amigos.
  • A desvantagem: Um aplicativo mal-intencionado pode espionar suas mensagens, usar o telefone para enviar spam a outras pessoas e até mesmo inscrevê-lo em serviços pagos indesejados. 

Armazenamento

Permite que os aplicativos leiam e gravem no armazenamento interno ou externo.

  • A vantagem: Um aplicativo de música pode salvar as músicas baixadas no cartão SD ou um aplicativo de rede social pode salvar as fotos de seus amigos no telefone.
  • A desvantagem: Um aplicativo mal-intencionado pode ler, alterar e excluir secretamente qualquer um dos documentos, músicas, fotos e outros arquivos salvos.

Outros tipos de permissão

Além das permissões acima, o Android também tem privilégios raiz e de administrador. Veja o que isso significa:

Quais são os privilégios de administrador do dispositivo?

Os privilégios de administrador do dispositivo (às vezes chamados de "direitos do administrador") permitem que os aplicativos alterem a senha do dispositivo, bloqueiem o telefone ou até mesmo apaguem permanentemente todos os dados do dispositivo. Os aplicativos mal-intencionados podem usar esses privilégios contra você, mas eles também são importantes para os aplicativos legítimos. Por exemplo, os aplicativos de segurança com privilégios de administrador são difíceis de desinstalar, o que ajuda a impedir que os ladrões os removam do telefone. Nosso aplicativo AVG AntiVirus gratuito usa os privilégios de administrador para permitir o bloqueio ou apagamento remoto do seu dispositivo se ele for perdido ou roubado.

Baixe o AVG AntiVirus para Android 

 

O que são privilégios de roots?

Os privilégios de roots (às vezes chamados de "acesso de roots") são o objetivo das permissões. Eles são os mais perigosos, pois qualquer aplicativo com privilégios de roots pode fazer o que quiser, independentemente das permissões bloqueadas ou ativadas. Como é possível imaginar, os aplicativos mal-intencionados com privilégios de roots podem danificar o telefone. Felizmente, o Android bloqueia isso por padrão. Mas os criadores de malware estão sempre procurando maneiras de obtê-los.

Como verificar as permissões de aplicativos

Deseja saber quais permissões um aplicativo requer antes de instalá-lo? Deseja ver quais permissões já estão em uso no telefone? Estas são as quatro maneiras de verificar.

1.  Veja as permissões de aplicativos no Google Play antes da instalação

Ao visualizar uma descrição de aplicativo no Google Play, role para baixo até as informações do desenvolvedor, na parte inferior da tela, e toque em "Detalhes da permissão" para ver quais permissões serão solicitadas pelo aplicativo. (Estas descrições são genéricas e escritas pelo Google, por isso não dizem exatamente o por que esse aplicativo específico precisa das permissões, mas podem ajudá-lo a saber o que esperar antes da instalação.)

Capturas de tela que mostram como encontrar as permissões de aplicativos no Google PlayOs detalhes da permissão para qualquer aplicativo podem ser visualizados no Google Play.

2.  Veja todas as permissões usadas por um aplicativo específico

Se você já instalou um aplicativo, veja como verificar quais permissões ele tem acesso.

O fluxo da captura de tela que mostra como ver todas as permissões usadas por um aplicativo específicoAbra as Configurações do dispositivo e toque em Aplicativos. Escolha qualquer aplicativo e toque em Permissões.

3.  Veja todos os aplicativos que estão usando uma permissão específica

Isso é semelhante ao método acima, mas funciona na direção oposta. Primeiro, você escolhe uma permissão, em seguida, vê todos os aplicativos que a usam atualmente.

O fluxo da captura de tela que mostra como ver todos os aplicativos que estão usando uma permissão específicaAbra as Configurações do dispositivo e toque em Aplicativos. Toque no ícone de engrenagem, em seguida, nas Permissões de aplicativos. Escolha qualquer permissão para ver quais aplicativos estão usando-a.

4.  Veja as permissões de aplicativos usando o AVG AntiVirus para Android

Nosso aplicativo AVG AntiVirus gratuito também pode mostrar quais aplicativos estão usando as permissões altas, médias ou baixas, possibilitando que você as altere, conforme necessário. (Obtenha o AVG AntiVirus gratuitamente no Google Play)

Capturas de tela que mostram como ver as permissões de aplicativos usando o AVG AntiVirus para Android

Abra o AVG AntiVirus e toque no ícone de menu. Em seguida, role para baixo e toque em Permissões de aplicativos. 

Baixe o AVG AntiVirus para Android

 

Por que estou recebendo duas solicitações para a mesma permissão?

Às vezes, você pode ver duas notificações consecutivas para a mesma permissão. Isso ocorre porque a primeira é do próprio aplicativo, explicando por que ele precisa da permissão. A segunda é do Android e é uma solicitação genérica para a permissão. Somente esta segunda solicitação permite ou rejeita a permissão.

Como explicado pelo Google aos desenvolvedores, “Se um usuário iniciar um aplicativo de fotografia, provavelmente não ficará surpreso se ele solicitar permissão para usar a câmera, mas talvez não entenda o por que o aplicativo deseja acessar sua localização ou seus contatos. Antes de solicitar uma permissão, considere fornecer uma explicação ao usuário.

Apenas lembre-se...

As permissões de aplicativos existem para protegê-lo. Elas podem parecer frustrantes no começo, mas só é necessário aprová-las uma vez por aplicativo, e vale a pena ler cuidadosamente e considerar essas notificações antes de tocá-las. Afinal, até mesmo os aplicativos mal-intencionados podem entrar no Google Play.

AVG AntiVirus para Android

Baixar GRÁTIS
AVG AntiVirus FREE para Android Baixar GRÁTIS