Atualmente, muitos presentes digitais populares não vêm em caixas. Mas se presentear seus entes queridos com um monte de 0 e 1 parece um pouco insensível, aqui está a parte boa: a internet agora ocupa espaço físico também, em forma de coisas. Os produtos da Internet das Coisas (IoT), muitas vezes chamados simplesmente de dispositivos “inteligentes”, são objetos que você usa ou que ficam em sua casa, podem se conectar à internet e geralmente são controlados com seu telefone.

Os dispositivos de IoT não são apenas uma tendência. Eles são inteligentes, práticos e, embora tenham um histórico de segurança um pouco desanimador, eles vieram para ficar. Além disso, dispositivos inteligentes bons podem melhorar sua vida se você souber como encontrar os que melhor atendem às suas necessidades. Em homenagem ao Dia das Mães, discutiremos os dispositivos de IoT e seus problemas de segurança e veremos alguns produtos que você talvez compre para a mamãe. Mas lembre-se: não estamos dizendo o que você deve ou não deve comprar, mas o que você pode considerar. Então, gostaríamos que você fizesse escolhas bem informadas.

É legal, mas é seguro?

Essa deveria ser sua primeira pergunta e depois: “é realmente útil”? Os dispositivos de IoT são inteligentes, legais e muito chamativos e se você se empolgar demais, pode facilmente comprar um que não seja muito útil, nem seguro ou, que seja uma combinação terrível dos dois.

Dispositivos inteligentes: Dicas gerais

Todos gostamos do espírito de inovação. No final das contas, foi ele que deu origem a esses dispositivos legais. Mas isso também leva a cópias estranhas dos produtos originais, geralmente por um preço muito mais baixo. E pior ainda: as versões originais mais famosas desses produtos também correm o risco de serem invadidas.

Quando você procura um dispositivo de IoT, aconselhamos analisar detalhadamente o que está disponível. Para presentear com responsabilidade, você precisa pesquisar um pouco. Ao considerar um produto específico, confira os que são mais populares (dica: eles geralmente são mais caros).

Às vezes, as grandes empresas, como Apple, Google e Amazon têm um produto âncora em uma determinada área, mas não pense que ele é o melhor só porque você reconhece a marca. Tanto as marcas novas, quanto as bem estabelecidas têm produtos de IoT bons e ambas podem ser invadidas ou não cuidar bem de seus dados que coletam. Com isso em mente, aqui estão algumas dicas que você deve considerar antes de comprar um dispositivo de IoT.

  • Confira os recursos do dispositivo. Isso significa que, quanto mais inteligente e legal (ou seja, equipado com câmeras e som), maior risco de segurança ele apresenta. Você deve considerar se realmente usará todos os recursos e não comprar o produto que tem um recurso que você não usa e que pode ser invadido. A parte irônica aqui é que tantos os itens baratos quanto os caros podem ser comprometidos. Um preço menor pode significar menos recursos de segurança, enquanto um preço mais alto pode significar mais recursos que abrem a porta para cibercriminosos. Então, a segurança realmente varia de produto a produto, mesmo dentro de uma determinada marca.
  • Confira os comentários. Veja se as queixas e os elogios são fundamentados em evidências e considerações de segurança. Não estamos dizendo que as melhores críticas são sempre de pessoas paranoicas, mas é bom verificar opiniões intermediárias.
  • Confira detalhadamente o site do produto. Na verdade, veja se o produto tem um site, já que produtos mais baratos que são vendidos por lojas podem não ter um site nem muitos comentários. Se houver um site, verifique se as informações de segurança estão prontamente disponíveis e se você não precisa fazer muita pesquisa.

Vamos dar uma olhada agora em alguns presentes inteligentes que podem acabar na cesta de compras no Dia das Mães e nos riscos de segurança relacionados a eles.

Os básicos

E uma simples TV? Uma TV pode parecer bastante simples, mas é muito possível que você ou sua mãe compre uma smart TV e não perceba tudo que acompanha essa palavrinha. As pessoas inteligentes gostam de fazer conexões entre as coisas e os dispositivos inteligentes também. Na verdade, fazer conexões com outros dispositivos é praticamente uma das atividades favoritas dos dispositivos inteligentes. Podemos culpar esses dispositivos inteligentes e elegantes por querer compartilhar seus dados com o objetivo de lucrar?

Mas vamos voltar às TVs. A Smart TV da Samsung quer enviar todos os alertas de casa: ligar o aspirador, iniciar a lavagem, verificar o ar condicionado (supondo que você tenha uma casa cheia de outros dispositivos inteligentes). Sua mãe realmente precisa de uma TV que faz isso? Sem falar que encher sua casa com dispositivos inteligentes pode se tornar um vício caro. Se você tem certeza absoluta de que sua mãe não tem interesse em instalar uma lavadora inteligente e conectá-la a sua smart TV, então economize seu dinheiro e compre uma TV comum. Porém, nos dias de hoje, conseguir uma TV comum nova pode ser uma tarefa difícil. Muitas novas TVs são 4K e inteligentes (mas a palavra “inteligente” geralmente está na descrição da TV, então você vai saber o que está comprando).

Se você acabar comprando uma smart TV e não quiser usar seus recursos, desative-os ao configurar a TV. Resumindo: com todos esses dispositivos inteligentes, você precisa ter cuidado com o que compra e com sua configuração. Você não pode simplesmente ligá-lo e começar a usar. Tenha um pouco de cuidado com a configuração e você terá mais segurança.

Fitness

Por que sua mãe não pode ter um corpo sarado? Isso não é um privilégio, mas um direito. Bem, o Fitbit se tornou um sinônimo com monitores de saúde de pulso. Seu carro chefe é uma pulseira multifuncional que a mamãe pode usar sempre, se quiser. A maioria das pulseiras tem recursos adaptados à saúde das mulheres. Mas, como já dissemos sobre TVs, se você não estiver pronto para aproveitar os aparelhos mais extravagantes, vale a pena observar que monitores de exercícios diferentes atendem a necessidades diferentes, como corrida ou natação, assim você não precisa pagar para ter todos os recursos. Por exemplo, o Fitbit compete com o caro Apple Watch 4, que além de monitorar exercícios, faz um monte de outras coisas para justificar seu custo elevado. Quanto à segurança, monitores de exercícios de pulso já existem há quase uma década e melhoraram a segurança significativamente nesse período.

Casas inteligentes: Quando os dispositivos podem te ver e/ou ouvir

Sua mãe já disse ao seu pai: “Querido, compre uma caixa de leite”, e ele entendeu “de peixe”? Bem, a Alexa e o Echo da Amazon, os famosos aparelhos domésticos inteligentes, também não têm receptores auditivos perfeitos. O alto-falante inteligente Echo ganhou uma certa notoriedade em 2018 quando foi relatado que enviou acidentalmente uma gravação da conversa de uma família para um de seus contatos.

Se você decidir comprar um alto-falante inteligente para sua mãe, como Echo, ou um assistente doméstico, como Amazon Alexa ou Google Home Hub, aconselhamos não realizar muitas transações bancárias operadas por voz. Se ela estiver imitando Marlon Brando e decide resmungar, Echo poderia (sem más intenções) dar seu PIN para um golpista. Parece ficção científica, mas pode acontecer.

Foram relatados outros casos, como sequestro de câmeras de dispositivos de IoT (estamos falando de câmeras de monitores de bebê). No entanto, para contextualizar, seu laptop é um campo de batalha muito mais provável e mais lucrativo para os golpistas. Então, não faz muito sentido ficar com medo dos dispositivos inteligentes por causa dos possíveis ataques mirabolantes. No entanto, se você estiver preocupado em ser espiado diretamente em sua própria casa, por menor que seja a chance, não escolha os dispositivos de IoT que podem ver ou ouvir você.

Termostatos: Momentos de calor familiar

Se você preferir, egoisticamente, presentear mamãe com algo que possa beneficiar toda a família, então você talvez pense em comprar um termostato inteligente. A marca popular é a Nest e eles definiram o padrão para termostatos que não são apenas funcionais, mas também projetados com bom gosto e boa aparência (admitam: a estética de termostatos normalmente não atrai muitos elogios). A característica positiva dos termostatos inteligentes é que a temperatura pode ser ajustada por um app no celular (assim, sua mãe não precisa sair da cama para ter conforto) e a melhor parte: eles são projetados para economizar energia, então cuidam da Mãe Terra e de seu gasto mensal.

Mas lembre-se de que as vantagens deste dispositivo inteligente também podem ser suas desvantagens, o que é frequentemente o caso com IoT. Para ser “inteligente”, o dispositivo coleta informações do usuário, o que significa que ele aprende seus padrões de comportamento para oferecer o que você precisa e o que ele precisa para se tornar mais eficiente em relação ao meio ambiente. Lembre-se, no entanto, de que muitas informações sobre você são coletadas toda vez que você navega na internet (especialmente se você não usa uma VPN), então seu medo é um pouco relativo.

Robô aspirador

Robô aspirador era coisa de ficção cientifica. Agora, ele faz parte do dia-a-dia. Há muitos aspiradores de IoT no mercado, então compare os comentários (uma pesquisa revelará que Eufy é o absoluto campeão de vendas na Amazon.com). A maioria de aspiradores inteligentes funciona na madeira ou tapete, não sai dos limites e é mais silenciosa do que os aspiradores normais. E, como é o caso da maioria dos dispositivos de IoT, os melhores robôs aspiradores podem ser controlados de seu smartphone. Sabe o que dizem, “você usa uma vez e não para nunca mais”.

Mas, pensando bem, você não vai precisar do Fitbit se não abandonar as atividades físicas, como o bom e velho modo não inteligente de passar o aspirador. Mais uma ironia dos dispositivos inteligentes: a sublime preguiça gerada por um dispositivo pode causar a necessidade de usar outro. Cuidado: temos relatos de que alguns robôs aspiradores não sugam só pó.

Álbuns de fotos

Se você não quer que sua mãe se esqueça de você, pode enviar seu rostinho lindo em uma moldura inteligente. Embora possamos sentir falta de álbuns de fotos do passado, a complicação de ter que levar os rolinhos de celuloide para serem revelados por um estranho também é coisa do passado. Agora você pode ficar incomodado com o fato de que estranhos online podem ver suas fotos. Mas, de qualquer maneira, pelo menos agora você pode exercer alguma influência sobre suas fotos não autorizadas que sua mãe queria usar para enfeitar a casa. Não quer que os amigos de sua mãe te vejam de fralda? Você pode enviar suas selfies mais elegantes e pré-aprovadas diretamente de seu smartphone e ela vai ter que exibi-las em um Nixplay.

Agora, você está se perguntando se algum cibercriminoso esperto poderia sequestrar a moldura inocente da sua mãe e enchê-la com imagens digitais de sabe se lá o que? Bem, o Nixplay tem aqui um exemplo do tipo de detalhes de segurança que você deve procurar em qualquer dispositivo inteligente. Nesse caso, isso significa que o fabricante bloqueia o acesso público ao dispositivo e criptografa o canal para enviar fotos.

Segurança é a primeira e última palavra

Pode parecer bem chato lidar com presentes que podem ter tantos problemas de segurança, mas já que os dispositivos inteligentes vão ficar por aqui, a melhor coisa que você e sua mãe podem fazer é ter o hábito de protegê-los, assim como vocês fariam com um computador. Lembre-se: apesar de parecerem fáceis de usar e simples, nos dispositivos inteligentes sempre têm mais coisas do que aparentam.

Depois de comprar um produto de IoT, faça tudo que puder para mantê-lo seguro. Isso inclui criar no dispositivo uma senha longa que seja difícil de decifrar. Além disso, recomendamos o uso da autenticação de dois fatores. Proteger seu roteador doméstico com redefinição da senha também é parte fundamental da proteção de todos os seus dispositivos inteligentes.

Boas compras! 

AVG Internet Security Experimente GRÁTIS