O mais recente relatório de apps da AVG classifica o Snapchat, YouTube e Google Maps entre os 10 maiores consumidores de recursos do Android. Enquanto isso, o Netflix foi o que “mais melhorou”.

O Relatório de desempenho e tendências de apps para Android da AVG de 2016 descreve quais dos apps mais populares tiveram os efeitos mais perceptíveis na duração da bateria, espaço de armazenamento e fluxo de dados. Cobrindo o período de janeiro a abril de 2016, ele mostra que os apps de fotos, vídeos e localização são grandes consumidores de bateria.

Lista dos 10 apps que mais drenam os telefones -- ativados pelos usuários Os 10 apps que mais reduzem o desempenho - ativados na inicialização

O relatório do 1º semestre de 2016 também reconhece os apps “que mais melhoraram”, como o Netflix, antes considerado um dos principais consumidores de recursos, e que agora não está mais em nossas listas dos 10 mais. Da mesma maneira, o AppLock, um protetor de senhas para smartphones que estava entre os 10 apps que mais consumiam bateria, melhorou seu desempenho depois de abril, indicando que a atualização mais recente do app pode ter tratado do problema.

Em nosso teste interno dos apps mais utilizados, parece que, embora o Snapchat remova imagens e vídeos das conversas, o cache do app é apenas excluído parcialmente, o que significa que ele pode ocupar muito espaço. Descobrimos também que o YouTube armazena até 270 MB em arquivos em cache. Os outros apps na lista dos 10 mais da AVG para o 1º semestre são compostos principalmente de apps de mensagens, vídeo, música e compras, o que não é surpreendente dadas as suas funções. No entanto, uma exceção interessante a esse padrão é o app The Weather Channel, que é iniciado na inicialização (o que muitos usuários não percebem) e utiliza imediatamente seu plano de dados de rede.

“Nosso relatório mais recente expõe alguns comportamentos estranhos de apps. Por exemplo, eu questiono o motivo de um app de meteorologia precisar se conectar constantemente em vez de se atualizar quando solicitado”, diz Tony Anscombe, promotor de segurança sênior da AVG Technologies. “Você também poderia dizer que o fato do Snapchat manter arquivos em cache prejudica sua abordagem cinematográfica de autodestruição de mensagens. Concluindo, se você tiver mais que alguns apps ou tipos de apps em seu telefone ou tablet, eles poderão ser os culpados pelo grande consumo de bateria ou notificações de pouco espaço para armazenamento”.

O relatório também destaca várias tendências interessantes, incluindo:

  • O usuário médio atual de smartphones e tablets Android tem 33 apps instalados em seu dispositivo.
  • Os 50 apps mais usados incluem nomes óbvios, como a caixa Google Search do Android ou YouTube, mas também algumas surpresas, como o TripAdvisor, que começou a mover seus usuários do site para o app para mobile.
  • Sete dos 10 smartphones mais usados são Samsung Galaxy S de 2 a 4 anos de idade. Os dispositivos Sony Xperia completam a lista.

Um limpador e otimizador completo, como o AVG CleanerTM para AndroidTM, pode ajudar a monitorar apps que consomem muitos recursos do dispositivo.

O relatório completo pode ser baixado aqui.

Metodologia

O Relatório de apps da AVG utilizou uma amostra de dados agregados e anonimizados de mais de 3 milhões de usuários de Android em todo o mundo. Os dados de app incluídos nesse relatório abrangem o período de janeiro a abril de 2016 e incluem apenas aplicativos do Google Play, em que a AVG observou um tamanho de amostra mínimo de 50.000 incidentes de utilização.

Sobre a AVG Technologies

A AVG é um dos principais fornecedores de serviços de software para proteger dispositivos, dados e pessoas. O portfólio ao consumidor premiado da AVG inclui segurança de internet, otimização de desempenho, serviços de localização, controles e insights de dados e proteção à privacidade e identidade, para dispositivos móveis computadores. O portfólio premiado AVG Business, fornecido por uma rede global de parceiros, oferece soluções de segurança em nuvem e monitoramento e gerenciamento remotos que protegem pequenas e médias empresas em todo o mundo. Para obter mais informações, acesse www.avg.com.

Todas marcas comerciais pertencem aos seus respectivos proprietários.