De acordo com a empresa de pesquisa Radicati, em 2015 havia mais de 2,5 bilhões de usuários de email no mundo. Mais de metade deles usava duas ou mais contas. Não é estranho que o email continue sendo uma meio popular para tentativas de fraudes. Desenvolvedores de ransomware, phishers, spammers e vários elementos criminosos usam nosso desejo de abrir mensagens contra nós.

Para ajudar a ficar seguro, nós da AVG desenvolvemos nossa lista de verificação de segurança de email para ajudá-lo a ficar longe das piores ameaças.

1. Use senhas complexas

Nunca use algo óbvio, como 123456789 ou alguma combinação de seu nome e aniversário. Em vez disso, use uma senha estranha com pelo menos 16 caracteres. Para criar uma senha que pode ser memorizada, use a primeira letra de cada palavras de uma frase favorita e depois substitua alguns números por letras (mas evite substituições óbvias, como @ para a, ou 5 para S). Isso significa a frase "Uma noite, à medida que o Sol saia e o incêndio na floresta queimava, vinha um vagabundo andando pelos trilhos" torna-se "un@mqo55eoinfqvuv@pt".

2. Não recicle sua senha

Nunca use a mesma senha duas vezes. Nem variações da mesma. Isso protege suas outras contas online, se seu email for comprometido. Para distingui-las, adicione caracteres de lembrete para indicar a qual conta pertence a senha. Por exemplo, em "elun@mqo55eoinfqvuv@pt", o "el" é para "email".

3. Não baixe imagens automaticamente

Permitir que imagens carreguem e sejam exibidas em HTML pode colocá-lo em risco. Isso permite que spammers saibam que seu email está ativo e que é um alvo em potencial. Em vez disso, ajuste suas configurações de email para "simplificado", HTML "original", ou, melhor ainda, texto simples.

4. Como identificar um phish

Conheça as técnicas de phishing usadas por fraudadores, para que você saiba o que deve procurar e não ser fisgado. Você também pode baixar o AVG Internet Security. Ele ajuda a protegê-lo contra spam e fraudes antes que eles cheguem à sua caixa de entrada.

5. Não clique

Nunca arrisque clicando em links ou abrindo anexos de email em mensagens não solicitadas. Você pode terminar em um website com malware. O AVG Internet Security também pode ajudar. Ele detalha anexos de arquivo infectados e bloqueia conteúdo mal-intencionado.

6. Se for importante, faça backup

Se houver qualquer informação em um email que você não queira perder, encaminhe a outro endereço de forma que você sempre tenha uma cópia. (Lembre-se apenas de usar uma senha forte e separada para essa conta).

7. Use cópia carbono oculta (CCO)

Proteja a privacidade de seus contatos não incluindo cada destinatário no campo "para", ao enviar ou encaminhar mensagens. Em vez disso, use o campo CCO, para que os destinatários não possam ver quem mais recebeu a mensagem.

8. Não use Wi-Fi gratuita

Foi isso que dissemos! É muito fácil para que criminosos cibernéticos bisbilhotem sua atividade e roubem suas senhas. Se não tiver escolha, não acesse seu email usando uma Wi-Fi grátis ou qualquer outra rede que não seja protegido com senha. Melhor ainda, use uma VPN pessoal, como a HideMyAss.

9. Nunca inclua informações sensíveis em um email

Nunca um email enviado será 100% seguro e você não pode controlar o que o destinatário faz com as informações que recebe. Por isso, nunca envie informações privadas por email, como dados do cartão de crédito, nomes de usuário e senhas.

Dica bônus: use um endereço de email complexo.

Se estiver pensando de mudar de provedor de email, use um endereço maluco. Quanto mais complexo ele for, mais difícil será para que um hacker gere automaticamente o endereço ou adivinhe-o baseando-se em seu nome. Se precisar usar seu nome, adicione números ou outros caracteres a ele, por exemplo jane_smith_388@exemplo.com.

Fique em segurança.

Compartilhe essa história:


Tópicos relacionados:


Gostou deste artigo? Tente esses:

Pular para o conteúdo Pular para o menu